Publicidade

Correio Braziliense

Ex-funcionário da UnB vendia maconha para alunos no campus Darcy Ribeiro

A Polícia Civil investigou o suspeito por cerca de duas semanas e filmou diversos estudantes comprando maconha na concha acústica. Ele foi preso por tráfico de drogas e porte de arma de fogo


postado em 24/09/2018 12:22

Maconha era comercializada entre estudantes na UnB(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Maconha era comercializada entre estudantes na UnB (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Um ex-funcionário terceirizado da Universidade de Brasília acabou preso por tráfico de drogas no campus Darcy Ribeiro da instituição. A Polícia Civil investigou o suspeito por cerca de duas semanas e filmou diversos estudantes comprando maconha na concha acústica, entre as unidades do Banco do Brasil e o Santander. 

Segundo informações da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) do Departamento de Polícia Especializada da Polícia Civil, o suspeito vendia material de tabacaria em uma banca como disfarce. Ele deixava um cunhado cuidando do produto e ficava nos arredores conversando com estudantes. O produto ficava escondido em árvores ou sob pedras. 

A quantidade de estudantes que compravam com ele era grande. Os agentes da Cord surpreenderam o traficante na última sexta-feira (24/9), após filmarem um grupo de estudantes comprando maconha com ele. Durante a abordagem, ocorreu um pequeno tumulto e o suspeito ainda tentou resistir.

A polícia apreendeu cerca de 50 gramas da droga no local e na casa do suspeito, em Planaltina. Na residência, os agentes apreenderam, ainda, um pé de maconha uma arma de fogo e R$ 5 mil em dinheiro. Segundo investigadores, ele estaria economizando para comprar uma nova remessa de drogas.

Agentes calculam que ele conseguia cerca de R$ 200 por dia com a venda de entorpecentes. O suspeito responderá por tráfico de drogas e porte de arma de fogo. Somadas, as penas podem chegar a 19 anos de prisão. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade