Publicidade

Correio Braziliense

Rollemberg mantém confiança na vitória: "Estarei no segundo turno"

Em quarto lugar na corrida pelo Buriti, de acordo com pesquisa encomendada pelo Correio Braziliense, atual governador acredita em reviravolta nas urnas


postado em 30/09/2018 16:45 / atualizado em 30/09/2018 20:54

Atual governador do DF acredita em reeleição(foto: Marília Lima/Esp. CB/D.A Press)
Atual governador do DF acredita em reeleição (foto: Marília Lima/Esp. CB/D.A Press)
 

A uma semana das eleições de 2018, o candidato à reeleição ao Palácio do Buriti, Rodrigo Rollemberg (PSB), está confiante com a possibilidade de continuar na chefia do Executivo local para os próximos quatro anos. Neste domingo (29/9), durante compromisso de campanha na sede da Aruc, no Cruzeiro Velho, ele disse que conseguirá votos o suficiente para chegar ao segundo turno.

 

"Tenho a percepção de que muitos eleitores definirão os seus votos apenas nos últimos minutos. Teremos noção desse impacto em 8 de outubro (segunda-feira, um dia após as eleições), e com certeza, estarei no segundo turno", comentou.

 

Segundo pesquisa divulgada pelo Correio Braziliense na última quarta-feira (26/9), feita pelo Instituto Opinião Política, Rollemberg é apenas o quarto nas inteções de voto dos brasilienses, com 10,5%. Na sua frente, estão Eliana Pedrosa (Pros, 17%), Ibaneis Rocha (MDB, 16,1%), e Alberto Fraga (DEM, 13,5%). Apesar disso, o atual governador acredita em uma reviravolta.

 

"Continuaremos trabalhando com seneridade durante esta semana. Apesar de curta, a minha campanha foi muito boa. Além disso, nos próximos dias teremos debates importantes, que serão cruciais para a população escolher o seu candidato. Não tenho dúvidas de que deixarei uma boa impressão: estarei no segundo turno e ganharei as eleições", afirmou o governador.

 

Além da visita à Aruc, Rollmberg fez corpo-a-corpo no Vicente Pires e no Gama. Também foi ao Centro de Convivência do Idoso, do Guará, se reuniu com arquitetos e urbanistas no Lago Sul, onde recebeu elogios de presidentes do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), pelos seus atuais programas de habitação e gestão de territórios.

 

À noite, o candidato terá reuniões em Águas Claras e no Vicente Pires. "Neste momento, é ainda mais importante conversar com a população e intensificar as atividades de campanha. Em quanto mais lugares formos, melhor", comentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade