Publicidade

Correio Braziliense

Um dia depois de debate, Ibaneis vai às ruas e ataca crítica de adversários

Líder das pesquisas de intenção de votos, o candidato fez carreata em Ceilândia e encerrou com almoço na Feira Central


postado em 04/10/2018 14:06 / atualizado em 04/10/2018 15:58

 

A agenda começou às 11h. Ibaneis realizou um percurso do Sol Nascente ao Centro da região administrativa, passando por regiões como o P Norte. (foto: Renato Alves/Assessoria)
A agenda começou às 11h. Ibaneis realizou um percurso do Sol Nascente ao Centro da região administrativa, passando por regiões como o P Norte. (foto: Renato Alves/Assessoria)

"Todos eles entraram na zona de desespero e se uniram para derrubar o candidato que o povo escolheu." Essa foi a avaliação de Ibaneis Rocha (MDB) sobre o debate realizado no Correio na última quarta-feira (3/10). O postulante ao Buriti fez considerações sobre o evento na Feira Central da Ceilândia, na manhã desta quinta (4/10), quando terminava uma carreata na cidade.

 

 

A agenda começou às 11h. Ibaneis realizou um percurso do Sol Nascente ao Centro da região administrativa, passando por regiões como o P Norte. Em cima do trio elétrico, fez promessas de campanha sobre moradia, saúde e comércio. A que mais repetiu foi a proposta de acabar com o atual modelo da Agefis.

 

 

"Temos que fazer uma espécie de Agefis do bem, que não aja com motivações políticas, mas a favor do povo", disse o candidato. No final da carreata, Ibaneis caminhou pela Feira de Ceilândia e parou para uma conversa corpo a corpo com os eleitores e para almoçar.

 

 

Para o líder das pesquisas de intenção de voto, os últimos dados do Ipobe influenciaram para que ele virasse alvo dos concorrentes no debate do Correio. "Acho que eles deviam ter debatido mais propostas, mas eles não têm. Até porque vêm de um passado onde jogam a luta suja. Eu estou nas ruas com meu povo e tenho certeza que vou ser correspondido domingo nas urnas." 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade