Publicidade

Correio Braziliense

Próximo do fim da campanha, Rosso (PSD) visita feiras e critica Ibaneis

Rosso panfletou nas bancas da Feira Modelo de Sobradinho para pedir votos e tomou um caldo de cana em uma das bancas


postado em 04/10/2018 15:38 / atualizado em 04/10/2018 22:51

Rosso panfletou nas bancas da Feira Modelo de Sobradinho para pedir votos e tomou caldo de cana em uma das bancas(foto: Vinicius Cardoso/Esp.CB/D.A. Press)
Rosso panfletou nas bancas da Feira Modelo de Sobradinho para pedir votos e tomou caldo de cana em uma das bancas (foto: Vinicius Cardoso/Esp.CB/D.A. Press)
 
Um dia depois do último debate antes das eleições promovido pelo Correio e a TV Brasília, o candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Rogério Rosso (PSD) visitou feiras em Planaltina e em Sobradinho. Ele prometeu melhorar estacionamento, segurança externa, cobertura e mudança de piso. 

No início da tarde, Rosso panfletou nas bancas da Feira Modelo de Sobradinho para pedir votos e tomou caldo de cana em uma das bancas. Ele ressaltou que as feiras geram 35 mil empregos. “Se a gente conseguir apoiar com linha de crédito, investir em qualidade e emprego são mais 70 mil empregos. O feirante comigo terá apoio tanto na linha de crédito quanto na regularização e segurança”, destacou. 

Ele ainda prometeu abrir uma agência de empreendedor nas feiras, que vão funcionar como um Na Hora,  com atenção especial para as mulheres feirantes. “Vamos facilitar também as linhas de crédito no BRB, ajudando o pequeno e médio empresário, reduzindo a taxa de consignado”, ressaltou. 

Rosso ainda garantiu que os impostos pagos, como IPTU, ficarão na cidade para investir em melhoria da cidade. “É desumano hoje que o IPTU pago não fique na sua cidade e vão para o caixa central do Buriti. No meu governo os próprios moradores vão decidir em quais obras investir. Meu governo não será cabine de emprego nem servirá a mando de deputado”, acrescentou.

Ele avaliou o último debate como propositivo, mas criticou o candidato Ibaneis Rocha (MDB), que lidera as pesquisas. “Alguns agiram com excesso, faltaram com respeito e verdade. Preferiram partir para a agressão. Vejo com preocupação o comportamento de candidato, que tenta comprar eleição com truculência."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade