Publicidade

Correio Braziliense

Na corrida ao Buriti, candidatos percorrem equivalente a 24 voltas na Terra

Distância se refere ao consumo de 64 mil litros de gasolina pelos veículos dos cinco candidatos ao GDF mais bem colocados nas pesquisas. Eles gastaram R$ 312 mil com combustível para visitar, principalmente, Taguatinga, Ceilândia e Planaltina


postado em 05/10/2018 06:00 / atualizado em 05/10/2018 01:20

No total, os candidatos visitaram Ceilândia 35 vezes na campanha: três zonas eleitorais e 349,9 mil eleitores(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
No total, os candidatos visitaram Ceilândia 35 vezes na campanha: três zonas eleitorais e 349,9 mil eleitores (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

Em uma das mais acirradas eleições para o Palácio do Buriti, cada voto é decisivo. Assim, para conquistar apoio nas urnas, os candidatos não economizaram sola de sapato — e combustível. Em 43 dias de campanha, os cinco concorrentes mais bem posicionados em pesquisas declararam à Justiça Eleitoral R$ 312.654,40 em gastos com gasolina (veja Corrida eleitoral). Segundo parâmetros da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com o montante, em Brasília, seria possível comprar 64,4 mil litros do combustível. A quantidade é suficiente para dar 24 voltas na Terra em um carro econômico, com capacidade de percorrer 1km com 15 litros.

A fim de identificar o eleitorado priorizado pelos aspirantes ao GDF na reta final da campanha, o Correio analisou o mapa da peregrinação, entre 15 e 30 de setembro, de Alberto Fraga (DEM), Eliana Pedrosa (Pros), Ibaneis Rocha (MDB), Rogério Rosso (PSD) e Rodrigo Rollemberg (PSB), que integram o primeiro pelotão da disputa. De acordo com as informações divulgadas pelas respectivas assessorias de imprensa, juntos, os cinco cumpriram 277 agendas públicas no período — excluídos debates e sabatinas promovidos por veículos de comunicação. Como não há controle relativo a cancelamentos, o número pode variar. A maioria dos compromissos concentrou-se nos maiores colégios eleitorais do Distrito Federal, como Taguatinga, Ceilândia e Planaltina.
 
 

Estreante em eleições e líder em pesquisas de intenção de voto, o advogado Ibaneis Rocha é o candidato que mais circulou pelo DF. Em 15 dias, o emedebista teve 85 agendas públicas, das quais 15 ocorreram em Ceilândia — a cidade tem três zonas eleitorais, com 349.977 pessoas aptas a votar. No local, Ibaneis participou de comícios e fez caminhadas no Sol Nascente, área mais carente da região. Visitou o Shopping Popular e a Feira Central, além de participar de reuniões com empresários e representantes de grupos de artes marciais.

No Recanto das Emas, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB/DF) cumpriu sete compromissos em um dia. Encontrou apoiadores para um café da manhã e reuniu-se com moradoras da região e motoboys. Conversou, ainda, com residentes das quadras 401, 405 e 510. No Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), onde fica o Comitê de Campanha, Ibaneis participou de seis agendas, entre visitas à Feira dos Importados e reuniões com integrantes de categorias específicas, como a de empresários da construção.

Segundo colocado entre os que mais peregrinaram na capital, Alberto Fraga definiu 63 compromissos de campanha. Em sete vezes, o democrata compareceu a agendas em Taguatinga, região com alto potencial eleitoral, uma vez que as três zonas eleitorais que integram a cidade somam 314.635 votos. Na localidade, o deputado federal realizou caminhadas pelo Mercado Norte, onde há concentração comercial. Ainda compareceu à Convenção das Igrejas Assembleias de Deus do DF. Em Planaltina, com 130.295 eleitores, Fraga participou de caminhadas, reuniões com moradores e panfletagens. No Comitê do SIA, o democrata encontrou-se com representantes do funcionalismo e do setor produtivo.
 

Centro e satélites

Candidato à reeleição, Rodrigo Rollemberg cumpriu 50 compromissos na última quinzena de setembro. Do total, 10 ocorreram no Plano Piloto. Trataram-se de caminhadas no Parque da Cidade, na Rodoviária e no Setor Comercial Sul, por exemplo. O socialista ainda participou de panfletagens na W3 Sul, dos encontros #CulturaComRollemberg e de encontros no Eixão do Lazer. Em Planaltina, ele almoçou com lideranças, caminhou pelos comércios locais e reuniu-se com representantes do Movimento Habitacional. No Gama, onde há 125.534 eleitores, compareceu a três agendas, entre elas, um costelão e uma visita à Associação Maria da Conceição Centro de Convivência do Idoso.
 
 
Deputado federal licenciado, Rogério Rosso (PSD) passou por 16 regiões administrativas em duas semanas. Ele cumpriu 45 compromissos e focou na região oeste do DF, com 13 agendas em Ceilândia e nove em Taguatinga. O candidato participou de diversas panfletagens em feiras, como na do Produtor, em Taguatinga, dos Importados, no SIA, e nas regionais de Planaltina e Ceilândia. O pessedista participou também de caminhadas em avenidas comerciais, como no Taguacenter, em Vicente Pires e no Núcleo Bandeirante.

Eliana Pedrosa foi a que menos circulou entre os cinco primeiros colocados nas pesquisas. Foram 34 eventos na agenda da ex-distrital na última quinzena de setembro. Em Taguatinga, participou de seis compromissos, como caminhada no comércio da região sul e reunião com microempresários. No Plano Piloto — visitado quatro vezes —, ela participou, por exemplo, do Fórum das Mulheres do Mercosul. Santa Maria também recebeu a candidata em quatro situações. Ela fez corpo a corpo no comércio local e teve reuniões com a população e com apoiadores.

Com a aproximação do pleito, os candidatos podem promover campanha até amanhã, quando, às 22h, acaba o prazo para o uso de alto-falantes e amplificadores de som, além da distribuição de material gráfico, promoção de caminhadas, carreatas e passeatas, além de utilização de carros de som para divulgação de jingles e mensagens.
 

Confira os locais de votação no DF:

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade