Publicidade

Correio Braziliense

Homem agride mulher a pauladas, foge e é preso por policiais militares

Caso aconteceu na Candangolândia. O agressor atacou a mulher com um pedaço de pau enquanto ela segurava no colo a filha do casal, uma menina de 6 meses


postado em 05/10/2018 10:03 / atualizado em 05/10/2018 15:10

No primeiro semestre de 2018, mais de 7,1 mil ocorrências de violência doméstica foram registradas em todo o Distrito Federal(foto: Reprodução)
No primeiro semestre de 2018, mais de 7,1 mil ocorrências de violência doméstica foram registradas em todo o Distrito Federal (foto: Reprodução)
Mais um caso de agressão à mulher é registrado no Distrito Federal, dessa vez, na quadra 2 da Candangolândia. Um homem de 20 anos foi preso em flagrante no final da tarde de ontem (4/10) após agredir a esposa, de 19. Vizinhos ouviram a discussão e filmaram o momento do ataque. O agressor usou um pedaço de pau para acertar a cabeça da mulher enquanto ela segurava no colo a filha do casal, uma menina de apenas seis meses.
 
Policiais militares estavam de serviço no posto policial da quadra 5 quando um homem chegou informando da agressão. Dois carros da PM foram até o local mas, ao chegar, encontraram apenas a vítima, chorando muito e com medo. Em patrulhamento pela cidade, o agressor foi localizado e preso sem oferecer resistência.
 
Segundo o sargento Júlio Oliveira, que participou da ocorrência, o homem confessou ser usuário de drogas, mas alegou não ter usado nada naquele dia. “Ele estava nervoso e agitado. Não disse o motivo da briga, apenas que o casal tinha discutido, a cabeça esquentou e ele partiu para a agressão”, relatou.
 
O caso foi levado para a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) e registrado na lei Maria da Penha. O acusado também vai responder por injúria e lesão corporal. Na delegacia, a vítima fez exame de corpo de delito. A criança que presenciou o ataque não foi atingida.
 
Ainda segundo o sargento Júlio, o homem já tinha passagem pelo mesmo crime, além de vias de fato, isto é, ataques que ameaçam a integridade física de alguém, mas não resultam em lesão corporal.
 

Violência crescente 

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), apenas no primeiro semestre deste ano, foram registrados 7.169 casos de violência doméstica enquadrados na lei Maria da Penha em todo o Distrito Federal. No mesmo período do ano passado foram 7.029.
 
Também ontem, um homem foi preso pela Polícia Militar depois de agredir a ex-mulher e tentar manter a filha do casal, de dois meses, em cárcere privado. O caso aconteceu no Varjão. Segundo policiais que atuaram no caso, ele ameaçava matar a ex-esposa, arrancar a cabeça dela e pendurá-la na entrada da cidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade