Publicidade

Correio Braziliense

Hospital, delegacia e infraestrutura: Rosso garante melhorias em Ceilândia

Candidato do PSD ao Palácio do Buriti garante mais atenção para regiões carentes da cidade, como o Sol Nascente, caso seja eleito governador do DF


postado em 05/10/2018 13:18 / atualizado em 05/10/2018 15:04

Rosso caminhou pela cidade na manhã desta sexta-feira (5/10)(foto: Augusto Fernandes/Esp. CB/D.A Press)
Rosso caminhou pela cidade na manhã desta sexta-feira (5/10) (foto: Augusto Fernandes/Esp. CB/D.A Press)

 
Apesar da manhã quente e do sol forte, o candidato ao Governo do Distrito Federal, Rogério Rosso (PSD), saiu às ruas do Sol Nascente, em Ceilândia, nesta sexta-feira (5/10), em um dos seus últimos compromissos de campanha antes do primeiro turno das eleições, marcadas para o próximo domingo (7/10). Segundo ele, um dos focos da sua gestão, caso seja eleito, será a construção de um novo hospital na cidade.

"É uma urgência absoluta, pois a cidade tem 600 mil habitantes com apenas o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) à disposição. Além disso, esse hospital atende aos moradores de Brazlândia, Samambaia e Taguatinga, que correspondem a quase metade da população do DF. Todas essas pessoas estão muito desguarnecidas", explicou.

De acordo com Rosso, a construção da unidade de saúde será possível com recursos disponibilizados pelo Ministério da Saúde. Além disso, serão feitos concursos para médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. "No primeiro dia de governo, irei baixar 100 medidas, entre elas a ordem de serviço de construção do hospital, que é uma necessidade emergencial para a cidade", disse. 

Rosso também se comprometeu em construir duas novas Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (Deam), em Ceilândia e Planaltina. "O índice de violência contra a mulher em Ceilândia é um dos maiores do país. Precisamos enfrentar isso com muita repsonsabilidade. Portanto, além de novas DEAMs, abriremos todas as delegacias 24 horas por dia", sinalizou o candidato.

Outras medidas que serão adotadas em um eventual governo do candidato para melhorar a segurança pública na cidade serão a realização de novos concursos públicos e a utilização de novas tecnologias. "A coisa mais importante para uma cidade, e aí falo não apenas de Ceilândia, é o policiamento nas ruas. Precisamos aumentar os efetivos do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil e da Polícia Militar. Por isso, teremos novos concursos no próximo ano. Para tentar dar ainda mais segurança, também investiremos no monitoramento através sensores e câmeras", comentou.
 
O pessedista aproveitou a caminhada pelo Sol Nascente para fazer panfletagem e conversar com os moradores. Em um bar, até jogou sinuca com dois homens. Por fim, disse que também terá uma atenção especial para a infraestrutura da região. "Não é só questão de governo, também envolve o Estado. Temos recursos do Ministério das Cidades e do Ministério dos Transportes, então, vamos dar continuidade às melhorias nessas regiões mais carentes, principalmente em saneamento básico, energia e água", apontou.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade