Publicidade

Correio Braziliense

Governo japonês premia iniciativas de diálogo cultural em Brasília

Moradores da capital receberam homenagens por difundirem a cultura japonesa no DF


postado em 05/10/2018 14:00 / atualizado em 06/10/2018 08:46

Cerimônia foi realizada na Embaixada do Japão celebra o diálogo cultural(foto: Divulgação/ Embaixada do Japão)
Cerimônia foi realizada na Embaixada do Japão celebra o diálogo cultural (foto: Divulgação/ Embaixada do Japão)

O Governo Japonês concedeu a três moradores do Distrito Federal uma homenagem pelos trabalhos de difusão da cultura nipônica na capital. Trata-se do Diploma de Honra ao Mérito do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, uma honraria concedida pelo chanceler do país asiático. Agostinho Shibata, Roberto Mamoru Fugimoto e Hermínio Hideo Sugino receberam o certificado na tarde desta sexta-feira (5/10), na Residência Oficial do Embaixador.

Para os representantes japoneses em Brasília, os três reconhecidos são figuras marcantes da aproximação dos dois países, por trabalharem em prol do diálogo cultural entre eles. Essa homenagem é realizada desde 1983 em diversos países do globo. “Os homenageados de países estrangeiros recebem o tributo das missões diplomáticas ou repartições consulares locais”, detalhou a embaixada.

Homenageados

Agostinho Shibata é filho de imigrantes japoneses e ex-chefe do Centro de Operações Terrestres da Aeronáutica. Sua ligação com o Japão se intensificou em 2007, quando contribuiu para a promoção dos descendentes de japoneses no Brasil. Após sua aposentadoria, ele se dedicou ao intercâmbio entre descendentes de japoneses. 

Roberto Mamoru é ex-presidente do Clube Cultural e Recreativo Nipo-Brasileiro de Brasília e dedicou-se por muitos anos à difusão da cultura japonesa, criando um curso de esportes, organizando o grupo de taiko local e estimulando as atividades de idosos com grupos de karaokê e de artesanato.

O terceiro diplomado, Hermínio Hideo, preside a Federação das Associações Nipo-Brasileiras do Centro-Oeste e se dedica à organização dos eventos realizados pelos grupos nipo-brasileiros, como o Festival do Japão, o maior evento de cultura japonesa no DF. 
 
O Embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, ressaltou a raiz hereditária dos homenageados:  “Por meio de suas histórias podemos conhecer o esforço e a dificuldade superada por seus pais e avós, e posso conhecer com mais profundidade a história da imigração japonesa no Brasil”, ressaltou Yamada. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade