Publicidade

Correio Braziliense

Homem desempregado acha carteira com R$ 4 mil e devolve dinheiro

Walter Hudson encontrou a carteira em uma agência bancária na qual tentava conseguir um empréstimo. A Polícia Militar retribuiu a ação com uma vaquinha para ajudar o homem


postado em 08/10/2018 16:58 / atualizado em 08/10/2018 22:18

O motorista Walter Hudson devolveu a carteira ao sargento José Pereira(foto: Divulgação/PMDF)
O motorista Walter Hudson devolveu a carteira ao sargento José Pereira (foto: Divulgação/PMDF)

Em ano de eleição, um dos assuntos mais ouvidos e falados pela população é a corrupção. Mas, apesar de tantos escândalos, ainda existe muita gente que luta contra isso com palavras e ações, como é o caso de Walter Hudson, 47 anos. O motorista desempregado estava em uma agência bancária, no Recanto das Emas, quando achou no chão uma carteira com cerca de R$ 4 mil. Não teve dúvida: começou a procurar o dono na mesma hora.

O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira (8/10), por volta das 15h. "Eu estava no banco para conseguir um empréstimo e pagar as contas, já que tem um tempinho que não encontro emprego como motorista. Aí, quando já estava saindo, vi a carteira e já comecei a pensar como achar o dono. Pensei em entregar para os funcionários da agência, mas não sabia se eles iam conseguir encontrar, então levei para casa e comecei a busca", contou Walter.

Ele encontrou, entre os documentos, um cartão com telefones e fez contato, mas os números não eram de pessoas próximas ao proprietário da carteira. O motorista viu, então, uma viatura da Polícia Militar passar perto da padaria e foi atrás pedir ajuda. Os policiais viram que se tratava do sargento José Pereira, da própria PM.
 

Encontro emocionante 

O PM aposentado tem 50 anos e estava em casa quando recebeu a ligação informando que seus documentos e dinheiro haviam sido encontrados. "Eu já estava desesperado, até falei com o pessoal do banco e eles falaram que iam ver as filmagens, mas achei que não ia conseguir pegar a carteira de volta com tudo. Eu tinha nela R$ 3.445 em dinheiro e um cheque de mais de 600 reais, tudo para pagar minhas contas", disse o sargento.

Os militares marcaram a devolução no 17º Batalhão de Polícia Militar (Recanto das Emas) e o encontro emocionou a todos. "Dei um abraço forte no Walter e as lágrimas quase escorreram, não só pelo valor, mas também pela ação dele, que está sem emprego, teve um empréstimo negado e mesmo assim veio atrás de mim", contou José Pereira.

A história sensibilizou bastante os policiais envolvidos no caso, e eles resolveram retribuir a boa ação. Como o morador do Recanto não conseguiu o empréstimo bancário de R$ 900, eles se juntaram para fazer uma vaquinha e presentear o desempregado com o valor. O sargento foi o primeiro a contribuir, com R$ 500: "Deus colocou esse homem na minha vida e quis ajudar de algum jeito. Nosso país tem que se espelhar em ações assim, tanto os políticos quanto a população".

Depois de devolver a carteira, Walter deu outra lição. "Ainda acredito que existem pessoas honestas no país, mesmo com tudo que está acontecendo. E fazer o bem é a melhor coisa, porque você dorme tranquilo, tem a consciência limpa. Não adiantava nada ficar com o dinheiro e me sentir mal depois", ensinou.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade