Publicidade

Correio Braziliense

Eliana Pedrosa (Pros) não apoiará Rollemberg nem Ibaneis Rocha

A candidata do Pros chegou a liderar a corrida pelo Palácio do Buriti, mas acabou na quinta na colocação


postado em 10/10/2018 20:16 / atualizado em 10/10/2018 22:14

'Fui muito correta com meus projetos para Brasília', declarou a ex-distrital(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
'Fui muito correta com meus projetos para Brasília', declarou a ex-distrital (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Dona de mais de 105 mil votos no primeiro turno, Eliana Pedrosa (Pros) decidiu se manter neutra e não apoiar Rodrigo Rollemberg (PSB) nem Ibaneis Rocha (MDB) na disputa pelo Palácio do Buriti. A ex-distrital chegou a ser favorita para o cargo de governadora do DF, aparecendo em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, mas terminou a disputa em quinto lugar.

Durante declaração, Eliana afirmou que fez uma campanha limpa e sem ataques. "Fui muito correta com meus projetos para Brasília. Deixo meu plano de governo à disposição daquele que vencer, se quiser utilizar de algo que possa ser benéfico ao Distrito Federal”. Além de Eliana, Fátima Sousa (Psol), Alexandre Guerra (Novo), Guillen (PSTU), Alberto Fraga (DEM) e Renan Rosa (PCO) também declaram que não apoiarão ninguém no segundo turno. 

Rogério Rosso (PSD) declarou suporte a candidatura de Ibaneis. Júlio Miragaya (PT) ainda estuda uma posição e o General Paulo Chagas (PRP) espera posicionamento de Jair Bolsonaro sobre o pleito no DF. O militar da reserva apoiará quem o presidenciável indicar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade