Publicidade

Correio Braziliense

Missa de Nossa Senhora Aparecida chama fiéis à Esplanada dos Ministérios

A santa foi escolhida para ser a padroeira do Brasil e de Brasília e é homenageada em 12 de outubro, mesma data do Dia das Crianças


postado em 12/10/2018 18:50 / atualizado em 12/10/2018 21:01

(foto: PMDF/Divulgação)
(foto: PMDF/Divulgação)
 
Pouco mais de vinte mil pessoas foram até a Esplanada do Ministérios acompanhar a missa de Nossa Senhora Aparecida, que começou às 17h. Padroeira do Brasil e de Brasília, é considerada, também a santa da pesca, já que a imagem dela foi encontrada nas águas do Rio Paraíba do Sul, em 1717, por pescadores. A tradicional celebração de 12 de outubro, dia escolhido para homenagear a santa, não contou com a participação de Cardeal Dom Sérgio, o arcebispo de Brasília, que está em Roma. 

Os fiéis acompanharam a missa, mesmo debaixo do calor de 32 graus, muitos em pé. Amanda Casé, 21, pesquisadora da Universidade de Brasília aproveitou a oportunidade para trazer se filho Miguel, de um ano, para participar da primeira missa. "Como protetora do nosso país, ela é a nossa Nossa Senhora. E essa missa acontecer hoje, no meio das eleições, é muito simbólico, porque nós faz lembrar da importância do amor", conta. 
 
Em meio ao momento político,muitos fiéis aproveitaram para pedir à Nossa Senhora mais tolerância, respeito e bons futuros governantes para o país. "A gente busca hoje a intercessão de nossa senhora para que nos ampare, dê discernimento, principalmente em um momento tão polarizado como nessa eleição", declarou a professora Deisi Bezerra, 44. 
 
O governador Rodrigo Rollemberg compareceu à celebração. "Agradeci à Nossa Senhora Aparecida toda a proteção e peço para que inspire a população de Brasília para que ela possa fazer a melhor escolha para o futuro". 
 
Ao lado dele estava a senadora eleita Leila Barros. "Nesse período de extremismo, vim para pedir mais amor e sabedoria, acima de tudo, para me ajudar nesse período no Senado", disse. Quem também acompanhou a missa foi novo senador eleito Izalci Lucas. "Sou católico praticante e participo desde a primeira celebração na Esplanada, há 18 anos. Sei que ela pode aumentar a solidariedade, para que haja paz nessa eleição. É um momento de muita graça", afirmou.  

 
Procissão 

 
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
 
Por volta de 18h15, todas as faixas da Esplanada dos Ministérios foram interditada para a procissão, que começa na altura do Ministério do Desenvolvimento Social e dá uma volta entre as vias n1 e s1. 
 
Para o padre João Firmino, responsável pela organização do evento, Brasília é marcada pela Nossa Senhora Aparecida porque o primeiro grande evento da cidade "foi no Cruzeiro, uma celebração pela vida de Nossa Senhora. Inclusive, a imagem que fui usada para a veneração naquela missa é a mesma de hoje".  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade