Publicidade

Correio Braziliense

Homem é preso por estuprar enteada de 11 anos, em Samambaia Norte

A mãe da criança também foi detida, por ter sido omissa e compactuar com o crime


postado em 09/11/2018 18:03 / atualizado em 09/11/2018 18:03

(foto: Fernado Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernado Lopes/CB/D.A Press)

Uma criança de 11 anos foi vítima de estupro, cometido pelo padrasto, de 38 anos, por cerca de sete meses. De acordo com a Polícia Civil, a mãe da menina, de 29, era conivente com a situação. A 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) prendeu preventivamente o casal, na quinta-feira (9/11). Eles serão indiciados por estupro de vulnerável. A vítima foi acolhida pelo Conselho Tutelar de Samambaia e será encaminhada a uma casa abrigo.

Segundo o delegado José Eduardo Galvão, chefe da 26ª DP, a investigação foi realizada nesta semana, após encaminhamento do Conselho Tutelar. “Quando fomos averiguar a denúncia, o padrasto disse que tinha mantido relações sexuais com a criança, com a alegação de que tinham se envolvido emocionalmente. Mas sabemos que isso não é verdade, pois a própria criança diz que tudo ocorreu contra a vontade dela”, esclarece.

A mãe tinha conhecimento dos abusos. Em uma situação, chegou a pegar o homem beijando a menina. “Ela tomou uma posição de ciúmes da própria filha, culpabilizando-a pelo ato. Chegou a bater na menina”, diz o delegado.

Na segunda ocasião em que a mãe presenciou o crime, o companheiro dela estava estuprando a criança. “Ela teve a chance de intervir e, em nenhum momento, tomou uma atitude. Ela foi omissa com o que ocorria”, garante José Eduardo Galvão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade