Publicidade

Correio Braziliense

Cinco restaurantes comunitários fecham as portas até sexta-feira (7/12)

Foram contratadas novas empresas para cuidar da administração das unidades do Gama, Sol Nascente, Ceilândia, Itapoã e Sobradinho II, e por essa razão, os cinco restaurantes só devem voltar a funcionar no sábado


postado em 03/12/2018 11:34 / atualizado em 03/12/2018 11:34

O restaurante comunitário do Sol Nascente é uma das unidades que estará fechada até sexta-feira (7/12)(foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.)
O restaurante comunitário do Sol Nascente é uma das unidades que estará fechada até sexta-feira (7/12) (foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.)
Os restaurantes comunitários do Gama, Sol Nascente, Ceilândia, Itapoã e Sobradinho II terão os serviços suspensos a partir de hoje e ficarão fechados até sexta-feira (7/12). O motivo é o fim do contrato firmado entre a Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) e as empresas que administram as unidades. O contrato foi encerrado no último domingo (2/12).  

De acordo com o subsecretário de segurança alimentar e nutricional da Sedestmith, Bruno Paixão, foram contratadas duas novas empresas para cuidar das cinco unidades, porém, segundo ele, será necessário um prazo de até cinco dias para que o funcionamento dos restaurantes volte ao normal devido aos ajustes que as novas empresas precisam fazer nos espaços.

"As novas empresas precisam contratar funcionários, ajustar a estrutura dos espaços, estruturar como será feita a administração. É uma adequação dos serviços prestados, então é necessário esse prazo de cinco dias. Mas estamos realizando esforços para que os restaurantes possam abrir antes do esperado", afirmou Bruno.

O DF possui 14 restaurantes comunitários. Pelo menos mil usuários almoçam diariamente em cada uma das unidades. As refeições custam R$ 1,00 para pessoas que estejam inscritas no CadÚnico cuja renda familiar não ultrapasse meio salário mínimo ou para aquelas que possuem renda de até três salários mínimos totais. Para o público em geral, os valores das refeições são de R$ 2,00.
 
Estagiário sob a supervisão de Adriana Bernardes. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade