Publicidade

Correio Braziliense

Motorista de van pirata tenta fugir da PM em alta velocidade na capital

Perseguição começou no Eixo W e terminou no Eixão. Para alcançar o motorista, militares chegaram a atingir 140km/h


postado em 07/12/2018 19:14 / atualizado em 07/12/2018 19:16

Perseguição começou no Eixo W e terminou no Eixão. Motorista pirata já foi flagrado outras vezes(foto: Reprodução/PMDF)
Perseguição começou no Eixo W e terminou no Eixão. Motorista pirata já foi flagrado outras vezes (foto: Reprodução/PMDF)
 

Uma van que fazia transporte pirata entrou em uma perseguição policial na Asa Norte na tarde desta sexta-feira. Uma equipe da Polícia Militar flagrou o veículo pegando passageiros por volta de 15h. Ao perceber a presença dos policiais, porém, o motorista mudou de via e fugiu em alta velocidade.

Com capacidade para 16 pessoas, a val levava 22, incluindo o motorista e o cobrador. De acordo com a comunicação da PM, o condutor do veículo foi multado por excesso de passageiros, por transporte irregular e por não uso do cinto de segurança. Os militares também fizeram um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Apesar do flagrante, os PMs foram obrigados a liberar o veículo, que estava com a documentação em dia. Ainda segundo a comunicação da PM, para alcançar o motorista, a equipe da corporação chegou a atingir 140km/h. Além disso, o suspeito já tinha sido flagrado outras vezes fazendo transporte irregular.

Ação filmada

A perseguição aconteceu no Eixo W e começou na altura da 212 Norte. Uma filmagem feita pelo copiloto do caro da PM mostra o velocímetro atingindo os 140km/h. Na altura da 13, os militares pegam uma tesourinha e, em seguida, o Eixão. O veículo está a uma distância boa dos policiais, que seguem na perseguição.



Na via, os policiais militares finalmente alcançam o carro e ligam a sirene. Pouco depois, o motorista encosta. Os militares se aproximam à pé e pegam o documento do veículo e pedem que os passageiros desembarquem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade