Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil investiga latrocínio de homem de 41 anos no Lago Sul

Após ser rendido com a namorada, homem foi amarrado e sofreu diversas perfurações à faca


postado em 09/12/2018 18:08 / atualizado em 09/12/2018 18:12

Casal foi abordado pelo criminoso próximo ao Lago Paranoá(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Casal foi abordado pelo criminoso próximo ao Lago Paranoá (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
 
A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido no Lago Sul, no último sábado (8/12) à tarde. A vítima é um homem de 41 anos, que foi rendido ao buscar a namorada na beira do Lago Paranoá, onde ela mergulhava, na altura da QI 32.

O boletim de ocorrência informa que a vítima e a namorada, uma veterinária de 45 anos, foram rendidos em uma estrada de terra por um homem que portava uma faca e uma arma de fogo. A mulher contou à polícia que foi amarrada e deixada em um matagal e, quando conseguiu se soltar, encontrou o namorado morto, também amarrado e com várias perfurações no corpo.

Ainda de acordo com o documento, o criminoso usou uma arma de corte para cometer o assassinato e levou, além do veículo, que pertencia à mulher, aparelhos celulares, equipamentos de mergulho, roupas, cartões bancários, documentos e um notebook. 


Carro localizado no Paranoá

Já na madrugada de domingo, o carro foi localizado a cerca de 15km do local do crime, próximo a um condomínio no Paranoá, na DF-150, sendo encaminhado para a perícia. A mulher passou por exames no Instituto Médico Legal (IML), para onde o corpo da vítima foi encaminhado. A investigação está a cargo da 10ª DP. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade