Publicidade

Correio Braziliense

Bombeiros resgatam homem que tentava atravessar Lago Paranoá

Homem tentava atravessar o lago a nado quando, exausto, conseguiu se apoiar em um isopor para flutuar na água


postado em 25/12/2018 21:51 / atualizado em 25/12/2018 21:51

Homem de 56 anos tentou nadar 1,5km, da Concha Acústica ao Clube do Congresso, mas cansou no meio do caminho.(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Homem de 56 anos tentou nadar 1,5km, da Concha Acústica ao Clube do Congresso, mas cansou no meio do caminho. (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi acionado, na tarde desta terça-feira (25/12), para um suposto caso de afogamento no Lago Paranoá. Por volta das 15h30, uma mulher ligou aos militares para o resgate do marido, que tentava atravessar as margens do lago, na altura da Concha Acústica, quando sumiu da vista da esposa. 

Nove bombeiros foram ao local para o resgate, utilizando duas viaturas e um jet-ski. Ao se aproximarem, viram o homem de 56 anos, exausto, apoiado em um pedaço de isopor, chegando ao Clube do Congresso. A distância percorrida a nado pelo homem foi de 1,5km.

O major Gildomar Alves, do Corpo de Bombeiros, conta que o homem foi encontrado sem ferimentos, estava bem e ficou aos cuidados da esposa. "Ele usou um pedaço de isopor errôneamente, uma vez que para exercer práticas aquáticas se faz necessário o uso de coletes, pranchas ou outros objetos adequados para este fim", acrescenta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade