Publicidade

Correio Braziliense

Rollemberg assina decreto que delimita áreas de banho do Lago Paranoá

O documento também determina áreas para prática de esportes e regulariza clubes que recebem associações de assistência social


postado em 26/12/2018 10:08 / atualizado em 26/12/2018 11:17

(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Decreto que estabelece o Zoneamento do Espelho d’Água do Lago Paranoá será assinado nesta quarta-feira (26/12),pelo governador Rodrigo Rollemberg, no Salão Nobre do Palácio do Buriti. 

O documento delimita áreas de banho e de práticas de esportes náuticos não motorizados, separados das áreas de embarcações motorizadas. Com isso, oferece mais segurança aos usuários e garante diferentes formas do uso do lago. 

O governador também sancionará o Projeto de Lei dos Clubes, com a finalidade de regularizar áreas de clubes que recebem associações de entidades sociais. Assim, estudantes da rede pública e centros olímpicos terão acesso a esses espaços e os valores de concessão de uso de lotes será reduzido. 
 
O presidente da Adasa, Paulo Salles, destaca que o projeto conta com 19 áreas de restrição ambiental, onde veículos motorizados não poderão circular. De acordo com ele, esses pontos são os locais onde os córregos chegam ao Lago Paranoá. Além disso, esses espaços são lugares onde há proliferação de vida, até mesmo de mamíferos. “Não temos como proibir a população de usar essas áreas fora do estabelecido, mas vamos fazer com que as pessoas se apropriem desse mapa”, explica. 

Para Rollemberg, o zoneamento e o acordo com os clubes fazem parte da democratização do Lago Paranoá. Durante a solenidade no Palácio do Buriti, o governador destacou que conseguiu desobstruir a orla do Lago durante a gestão dele. “Nosso objetivo é de que as pessoas cada vez mais possam usar o espelho d’água do Lago”, frisa. 

O projeto ainda define nove áreas de banho ao longo do Lago. Também foram definidas zonas de tratamento de esgoto, de captação de água e de segurança nacional. Agora, o GDF irá instalar mapas de sinalização ao longo da orla, para que os usuários do espaço consigam identificar os locais indicados para o uso do Lago. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade