Publicidade

Correio Braziliense

Cinco pessoas morrem após a colisão entre um carro e um ônibus na BR-020

Todas as vítimas estavam no carro de passeio e, entre elas, há duas crianças


postado em 29/12/2018 09:16 / atualizado em 29/12/2018 19:27

Ver galeria . 12 Fotos Ana Rayssa/Esp.CB/D.A Press
(foto: Ana Rayssa/Esp.CB/D.A Press )
Um grave acidente matou cinco pessoas na BR-020, logo após Formosa, no início da manhã deste sábado (29/12). Houve uma colisão frontal entre um carro de passeio e um ônibus por volta das 6h35.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), as cinco vítimas estavam no veículo menor, um Pálio prata: um homem de 29 anos que estaria ao volante, um de 44 anos que ocupava o banco do passageiro, um homem de 42 anos que ia no banco de trás e duas crianças, um menino de 4 anos e uma menina de 9. A garotinha teria sido retirada com vida das ferragens, mas não resistiu aos ferimentos.
 
A tragédia aconteceu entre o antigo posto da PRF, antes do trevo de Cabeceiras, próximo ao Km 9 da rodovia. Testemunhas informaram ao Corpo de Bombeiros de Formosa que o motorista do carro teria tentado uma ultrapassagem. Quando já estava muito próximo ao ônibus, jogou o veículo para o acostamento da contramão. O motorista do ônibus teria feito a mesma coisa, e os dois colidiram frontalmente. Depois do choque, tanto o ônibus quanto o carro pararam fora da pista, a cerca de 40m do ponto de colisão.

Motorista do ônibus teve ferimento leve

O major Eliomar, coordenador de Operações do Corpo de Bombeiros de Goiás, informou que no ônibus havia pelo menos 40 passageiros, que não ficaram feridos. Segundo o major Bráulio, comandante das Companhias Independentes Bombeiro Militar de Formosa, o condutor do ônibus, um homem de 42 anos, sofreu apenas uma contusão na perna esquerda. Ele foi avaliado no local, mas não foi levado ao hospital porque teria se recusado a deixar o local do acidente.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar foram ao local e a equipe de criminalística foi acionada para perícia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade