Publicidade

Correio Braziliense

Morre Aiko Tanoaka Ogassawara, professora da Ikebana Sogestu, aos 77 anos

Apaixonada pela cultura japonesa, Aiko trabalhava como tradutora de textos em japonês e na confecção de tradicionais arranjos orientais


postado em 02/01/2019 16:45 / atualizado em 02/01/2019 18:05

Aiko era formada em física pela Universidade de São Paulo (USP)(foto: Arquivo Pessoal)
Aiko era formada em física pela Universidade de São Paulo (USP) (foto: Arquivo Pessoal)

Apaixonada por cultura japonesa, Aiko Tanoaka Ogassawara se despediu de familiares, amigos e companheiros de trabalho. Aos 77 anos, ela não resistiu a problemas pulmonares. Natural de São José do Rio Preto (SP), ela trabalhava como professora e era integrante da diretoria da Ikebana Sogestsu de Brasília desde 1992.  

Aiko era formada em física pela Universidade de São Paulo (USP). Por anos, atuou como professora na própria área de formação. Em 1979, veio para Brasília acompanhada pelo marido, Kenjiro Ogassawara, e passou a se dedicar à cultura japonesa. Entre as paixões, estavam língua e o ensino de Ikebana (arte oriental de arranjos florais).  

Na Ikebana Sugetsu, Aiko se dedicava à tradução de textos para o português e ensinava os alunos a tradicional arte dos arranjos florais. Ela também sempre participava das atividades culturais da entidade, como os Festivais do Japão na cidade.  

O velório de Aiko ocorrerá nesta quinta-feira (3/1), na Capela 2 do Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul. O velório está previsto para começar às 8h e o sepultamento deve ocorrer às 10h30. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade