Publicidade

Correio Braziliense

Delegado Fernando Fernandes comanda Ceilândia; Telma Rufino volta para CLDF

Delegado promete criar um canal de comunicação com a população, fazer obras emergenciais de tapa buraco e limpeza da cidade


postado em 03/01/2019 11:03 / atualizado em 03/01/2019 11:27

O delegado Fernando Fernandes assume a administração hoje (foto: Reprodução/Facebook)
O delegado Fernando Fernandes assume a administração hoje (foto: Reprodução/Facebook)
O delegado Fernando Fernandes, segundo deputado distritai mais votado, com 29.420 votos, assumirá a Administração Regional de Ceilândia nesta quinta-feira (3/1). Segundo o policial civil, o governador Ibaneis Rocha (MDB) fez o convite na noite de quarta-feira (2/1). Com a mudança, Telma Rufino (Pros), suplente de Fernandes, assume a cadeira deixada por ele. 

De acordo com o delegado, o convite para assumir a administração foi uma surpresa. "Como a Câmara está fechada este mês para balanço e eu não estava fazendo nada, pensei: ‘por que não?’ e aceitei o pedido. O convite do governador aconteceu porque houve dificuldade em preencher o quadro na cidade", explica. 

Nascido em Ceilândia Norte, o policial quer continuar o legado construído ao longo de 25 anos de profissão como policial. Neste período, ele coordenou as quatro delegacias da maior região administrativa do Distrito Federal: 15º, 19º, 23º e 24º DP. "Irei criar um canal de comunicação com a população, assim como fiz quando fui delegado. Minhas primeiras ações serão com as obras emergenciais, como tapar buracos e realizar a limpeza da cidade", afirma.  

Além das obras, Fernando Fernandes manterá uma parceria com as delegacias e os dois Batalhões de Polícia Militar da região. A população poderá colaborar na gestão, com sugestões, reclamações e pedidos. "No início do período escolar, pretendo iniciar um sistema de colaboração com as redes de ensino. No que a administração puder realizar de obras e reformas, iremos fazer", frisa o delegado. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade