Publicidade

Correio Braziliense

Estudante de engenharia da UnB é preso por tráfico na Asa Norte

Suspeito de 19 anos foi detido com drogas, balança de precisão e dinheiro, e confirmou que iria revender as substâncias


postado em 08/01/2019 09:46 / atualizado em 08/01/2019 21:05

No celular do suspeito, existia ainda um grupo de WhatsApp para venda de entorpecentes (foto: Divulgação/PMDF)
No celular do suspeito, existia ainda um grupo de WhatsApp para venda de entorpecentes (foto: Divulgação/PMDF)
 
A Polícia Militar prendeu, na madrugada desta terça-feira (8/1), um estudante da Universidade de Brasília (UnB) por tráfico de drogas. O suspeito de 19 anos é aluno de engenharia florestal e estava indo vender maconha às 0h, mas foi parado por uma blitz na 309 Norte.

Os policiais sentiram um cheiro forte da droga vindo do carro onde ele e um amigo estavam, e realizaram uma revista no veículo. Foram encontradas pequenas porções da substância no painel, mas a maior quantidade encontrada estava escondida embaixo do banco do motorista.

Além da maconha, também foram achados um dichavador  produto que tritura o fumo para enrolar no cigarro —, uma balança de precisão e uma quantia de R$ 526. O estudante confirmou a posse das drogas. Segundo ele, os pacotes foram pegos na 411 Norte e seriam levados a outro ponto da cidade.

Os dois foram levados para a 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). No local, a polícia teve autorização para verificar o aparelho de celular do suspeito e descobriu um grupo de WhatsApp que ele usava para negociar entorpecentes. 

O homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e o seu carro conduzido ao depósito do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) por falta de licenciamento. O amigo foi liberado. 
 
Em nota, a Universidade ressaltou que "a apreensão da polícia não ocorreu na área da instituição, tampouco durante qualquer tipo de atividade acadêmica", e que a UnB é "um bem de toda a sociedade brasileira". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade