Publicidade

Correio Braziliense

Ibaneis determina redução de 30% em despesa com comissionados

Anúncio foi feito em circulares encaminhadas aos secretários e administradores regionais; texto estabelece regras para o processo de nomeação


postado em 08/01/2019 21:02 / atualizado em 08/01/2019 21:01

Governador Ibaneis Rocha (MDB) definiu regras para a nomeação de comissionados(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Governador Ibaneis Rocha (MDB) definiu regras para a nomeação de comissionados (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O governador Ibaneis Rocha (MDB) enviou uma circular a todos os secretários e administradores regionais, nesta terça-feira (8/1), informando como se dará o processo de nomeação de pessoas para Cargo em Comissão no Governo do Distrito Federal. O texto atribui aos chefes das pastas a responsabilidade de reduzir o número de comissionados em sua gestão - promessa de campanha do emedebista.

"Saliento, ainda, a necessidade de observar a determinação de reduzir em 30% a depesa total com o quadro de comissionados no âmbito deste Governo", destaca o texto encaminhado por Ibaneis.

Outro ponto tocado pelo governador nas Circulares nº 1 e 2 trata-se do trâmite para a nomeação dos comissionados. O nome do indicado deve ser encaminhado para a Casa Civil, junto ao currículo do profissional. Os documentos serão submetidos a Controladoria-Geral do DF, que avaliará a indicação. Se aprovado, o nome do candidato irá à Chefia de Gabinete para deliberação do governador e publicação no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).
Circular encaminhada por Ibaneis aos secretários determina a redução de 30% em despesas com comissionados(foto: Reprodução)
Circular encaminhada por Ibaneis aos secretários determina a redução de 30% em despesas com comissionados (foto: Reprodução)
 

No primeiro dia do ano, o governador Ibaneis Rocha assinou decreto no DODF exonerando a maioria dos comissionados no GDF. Ao fim da gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB), 14,3 mil funcionários ocupavam os cargos, dos quais 46,9% eram servidores sem concurso. O desafio será reduzir a quantidade dos comissionados com um secretariado maior - são 30 pastas do emedebista contra 23 do pessebista.
 
Para isso, o GDF nomeará os comissionados aos poucos. O objetivo de Ibaneis é reduzir a dependência que o governo tem com estes funcionários, que chegam a ocupar 90% das cadeiras nas administrações regionais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade