Publicidade

Correio Braziliense

PMDF prendeu 44 pessoas em três fases da Operação Prioridade

Ações fazem parte do programa SOS Segurança, lançado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) no primeiro dia de governo


postado em 09/01/2019 21:36

Comandante-Geral da PMDF, Coronel Sheyla conversa com militares durante terceira fase da Operação Prioridade, em Planaltina(foto: Reprodução/PMDF)
Comandante-Geral da PMDF, Coronel Sheyla conversa com militares durante terceira fase da Operação Prioridade, em Planaltina (foto: Reprodução/PMDF)
A Polícia Militar do Distrito Federal terminou, nesta quarta-feira (9/1), a terceira fase da Operação Prioridade. As ações fazem parte do programa SOS Segurança, lançado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) no primeiro dia de governo, com um "conjunto de medidas emergenciais" para a área.

Foram realizadas ações especiais em Ceilândia, Samambaia e Planaltina nos dias 2, 6 e 8 de janeiro. Ao todo, 44 pessoas foram presas, um menor apreendido, três mandados de busca e apreensão cumpridos, sete armas e três drogas apreendidas e três autuações por embriaguez ao volante.

Em todas as fases da operação, cerca de 140 policiais militares chegavam às cidades no fim da tarde e realizavam as abordagens até às 2h da manhã do dia seguinte. A escolha do local e do horário das operações se deu após estudos da inteligência da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), como conta o major Michelo Bueno. "Observamos as manchas criminais - um mapa com indíces de crimes no DF - e decidimos quais eram as regiões que mais precisariam do combate ostensivo para a segurança", afirma.

Novas fases serão realizadas nos próximos dias, mas a PMDF não divulga o horário e o local para manter o efeito surpresa da operação.

Continuidade


Para essa ação não ser isolada, o programa SOS Segurança ainda conta com outras medidas para o reforço da PMDF, com foco principal em colocar os militares nas ruas. "Chegarão 2 mil policiais no próximos meses, compra de viaturas e equipamentos, programas para aperfeiçoamentos dos militares em policiamento ostensivo e a continuidade da Operação Prioridade. É uma série de medidas que estão sendo tomadas", destaca Bueno.

"A gente avalia que foi muito efetiva a operação até agora. Tem dado bons resultados. Temos reduzido os índices criminais nas regiões que temos passado", analisa o major.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade