Publicidade

Correio Braziliense

Pabllo Vittar homenageia estudante da UnB morto a facadas na Rodoviária

"Um dos vittarlovers mais fofos foi morar no céu", escreveu a ícone em uma rede social. Amigos afirmam que jovem era "cheio de luz e uma pessoa do bem"


postado em 15/01/2019 14:20 / atualizado em 15/01/2019 20:31

A cantora Pabllo Vittar usou uma rede social para homenagear Milton Junio Rodrigues de Souza(foto: Divulgação/Internet)
A cantora Pabllo Vittar usou uma rede social para homenagear Milton Junio Rodrigues de Souza (foto: Divulgação/Internet)
A drag queen Pabllo Vittar usou uma rede social para lamentar o assassinato do estudante Milton Junio Rodrigues de Souza, 19 anos. O jovem foi morto a facadas durante um assalto na Rodoviária do Plano Piloto, por volta das 3h30 desta terça-feira (15/1). Ele teria brigado com duas pessoas em situação de rua por causa de um isqueiro. Um dos suspeitos se irritou e desferiu os golpes na vítima, que faleceu no local. 

 

A morte do graduando em ciência política da Universidade de Brasília (UnB) causou comoção nas redes sociais. Amigos e familiares lamentam o ocorrido. A cantora pop, ícone da comunidade LGBT+, Pabllo Vittar, comentou o crime: "Um dos vittarlovers mais fofos foi morar no céu", escreveu na tarde desta terça-feira (15/1), em uma postagem no Instagram. 

 

Ver galeria . 9 Fotos Reprodução/Facebook
(foto: Reprodução/Facebook )
 

O crime 

Segundo amigos da vítima, Milton havia ido para a festa "Baile Funk de Segunda", no bar Outro Calaf, no Setor Bancário Sul (SBS), na noite de segunda-feira (14/1). Horas antes de ser morto, o rapaz postou um vídeo nos Stories do Instagram, confirmando presença no local. Após curtir a noite, ele foi para a Rodoviária com dois amigos, onde foi assassinado.

 

"A gente estava na escadaria da Rodoviária quando um mendigo pegou o nosso isqueiro. Só que nisso, ele ficou mexendo com a gente e decidimos nos afastar. Mas um amigo dele chegou e perguntou: 'ele está incomodando', e acenamos que sim com a cabeça. Com a afirmativa, o mendigo pegou uma faca e desferiu um golpe no peito do Junio", contou um amigo, sob a condição de anonimato, por medo de represálias.

 

  

 

Depois de dar o golpe, a dupla pegou a carteira e o celular de Junio e fugiu. O jovem deu alguns passos para trás, caindo nos braços do amigo. Policiais do posto de segurança da rodoviária foram acionados, segundo amigos da vítima. Os bombeiros chegaram em cerca de 20 minutos. Os paramédicos tentaram reanimar a vítima por 40 minutos, mas foi em vão.

 

* Estagiária sob supervisão de Anderson Costolli

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade