Publicidade

Correio Braziliense

Pela 1ª vez, DF zera mortes no trânsito nas duas primeiras semanas do ano

Em um mês de intensificação das ações de fiscalização, Detran-DF autuou 711 motoristas nas vias de Brasília. Cinco motoristas foram presos por dirigirem sob o efeito de álcool


postado em 15/01/2019 19:07

Para o Detran-DF, a redução das mortes é resultado do trabalho conjunto de fiscalização, educação e engenharia de trânsito(foto: Detran-DF/Divulgação)
Para o Detran-DF, a redução das mortes é resultado do trabalho conjunto de fiscalização, educação e engenharia de trânsito (foto: Detran-DF/Divulgação)

No período de 1º a 13 de janeiro de 2019, não houve registro de mortes em decorrência de acidentes de trânsito nas vias que cortam o Distrito Federal. De acordo com o levantamento da Gerência de Estatística do Departamento de Trânsito (Detran-DF), essa é a primeira vez na história, desde que os dados começaram a ser levantados, em 2000, que este número é registrado.
 
Em 2018, no mesmo período, ocorreram 18 mortes. Um ano antes, foram sete, e, em 2016. Na avaliação do departamento, a redução das mortes é resultado do trabalho conjunto de fiscalização, educação e engenharia de trânsito, ao lado de outros órgãos públicos.
 

711 motoristas autuados em período de festas

 
O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) autuou 711 motoristas na operação Festa Segura, entre 15 de dezembro de 2018 e a madrugada do último domingo (13). Os condutores foram flagrados embriagados ao volante e cinco deles, presos por dirigirem sob efeito de álcool.

Foram realizadas 312 operações fiscais no período. O objetivo era aumentar o policiamento no período de festas de fim de ano em pontos fixos, especialmente em regiões de bares, restaurantes, casas de show e clubes.  
 
De acordo com os dados disponibilizados pelo departamento, após os 30 dias de operação, os agentes de trânsito realizaram 50.721 consultas de veículos e condutores e 2.878 abordagens, o que resultou na autuação de 184 condutores não habilitados e 15 com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa, além de 11.114 por infrações diversas – que incluem estacionamento irregular de veículos – e remoção de 912 automóveis ao depósito da autarquia.

Ao decorrer de todo o período da operação Festa Segura, não foram registradas mortes nas vias urbanas do Distrito Federal. O Detran-DF pretende, agora, repetir ações intensivas de policiamento ao longo do ano. A próxima está prevista para o período de carnaval.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade