Publicidade

Correio Braziliense

Estudante da UnB assassinado na Rodoviária será velado às 12h no Gama

A vítima estava acompanhada de dois amigos no momento do crime. Eles contaram que o suspeito esfaqueou o estudante após uma discussão por causa de um isqueiro


postado em 16/01/2019 10:41 / atualizado em 16/01/2019 15:52

Milton Junio Rodrigues de Souza levou uma facada no peito(foto: Reprodução/Facebook)
Milton Junio Rodrigues de Souza levou uma facada no peito (foto: Reprodução/Facebook)
 

O estudante da Universidade de Brasília (UnB) Milton Junio Rodrigues de Souza, 19 anos, será velado na Capela 1 do Cemitério Campo da Esperança do Gama. O funeral começa às 12h e o sepultamento será realizado às 16h30 desta quarta-feira (16/1). O jovem foi assassinado na madrugada desta terça-feira (15/1), na Rodoviária do Plano Piloto.

A família da vítima estava em viagem para a Bahia quando recebeu a notícia do homicídio. Os parentes retornaram para o DF ontem. Junio, como era conhecido pelos amigos, aguardava o ônibus no terminal por volta das 3h30, enquanto foi abordado por um morador de rua.

O estudante estava acompanhado de dois amigos no momento do crime. Eles contaram que o suspeito esfaqueou o estudante após uma discussão por causa de um isqueiro. Testemunhas contam que o acusado teve ajuda de um comparsa para cometer o assassinato.

A agressão ocorreu na Plataforma B do terminal rodoviário, ponto mais movimentado da capital, por onde circulam cerca de 700 mil pessoas diariamente, que conta com uma companhia da Polícia Militar e 14 câmeras de vigilância, que, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), estão em funcionamento. Os equipamentos gravaram suspeitos abordando os três jovens pouco antes do crime e a fuga deles. O momento da facada não teria sido registrado porque o local ficaria em um ponto cego, fora do alcance das câmeras.

Além de um adulto, outro homem que vive em situação de rua, identificado como Galego, é suspeito de participar do crime. Eles abordaram a vítima e os dois amigos, Ary Martins,  21 anos, e Ícaro Carlos de Sousa, 19, no ponto de embarque do coletivo que os levaria para casa.

Investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) tratam o caso como latrocínio (roubo com morte). Eles tiveram acesso às imagens do circuito de segurança. O momento do crime não foi capturado pelas câmeras de segurança, mas os suspeitos aparecem discutindo com as vítimas e fugindo após matarem Milton.

 

* Estagiária sob supervisão de Anderson Costolli

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade