Publicidade

Correio Braziliense

PM fiscaliza Rodoviária, encontra facas e prende suspeitos de tráfico

Um dia depois da morte do estudante da UnB, Milton Junio, as fiscalizações na Rodoviária foram intensificadas


postado em 16/01/2019 12:09 / atualizado em 16/01/2019 16:11

Em poucas horas, sete facas foram encontradas (foto: PMDF/Divulgação)
Em poucas horas, sete facas foram encontradas (foto: PMDF/Divulgação)
 
A Polícia Militar intensificou a fiscalização na Rodoviária do Plano Piloto após a morte de Milton Junio, estudante da Universidade de Brasília (UnB), assassinado com uma facada na madrugada da última terça-feira (15/1). Em uma ação na noite do mesmo dia, foram encontradas sete facas com moradores de rua, em poucas horas. Já na manhã desta quarta-feira, uma dupla foi presa suspeita de tráfico de drogas.

O primeiro caso chamou a atenção dos militares: “Olha a quantidade de facas que pegamos na Rodoviária com algumas abordagens”, disse o Major Michello Bueno, em um vídeo gravado pela Comunicação Social da PM. O representante da corporação ainda ressaltou que esse trabalho de fiscalização no local é feito com frequência: “É diário o que fazemos na Rodoviária. A Polícia Militar prendeu cerca de 2 mil pessoas lá em 2018, ou seja, nós estamos diminuindo os índices de violência”, disse Michello.

A 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) procura o autor do homicídio do jovem de 19 anos. Segundo testemunhas, o assassino seria um morador de rua que teve ajuda de um amigo. Para o major, o que dificulta a segurança no local é a legislação: “Nós já prendemos gente com 37 passagens pela polícia, na Rodoviária”.
 
Ação desta quarta-feira começou pela manhã(foto: PMDF/Divulgação)
Ação desta quarta-feira começou pela manhã (foto: PMDF/Divulgação)
 

A ocorrência registrada nesta manhã aconteceu depois de uma abordagem de dois homens em atitude suspeita. Eles foram revistados e a PM encontrou 36 porções de cocaína. Ambos foram conduzidos também para a 5ª Delegacia e presos por tráfico de substâncias entorpecentes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade