Publicidade

Correio Braziliense

Homem que agrediu mulher a pauladas no Recanto das Emas é indiciado

De acordo com as investigações, Douglas Emídio Almeida Sousa, 20 anos, foi até a casa da vítima para cobrar uma dívida. Por não pagar, ela foi arrastada para o meio da rua e espancada


postado em 17/01/2019 20:05 / atualizado em 17/01/2019 20:07

O suspeito feriu a mulher com várias pauladas no Recanto das Emas(foto: PMDF/Divulgação)
O suspeito feriu a mulher com várias pauladas no Recanto das Emas (foto: PMDF/Divulgação)

Após golpear uma mulher com várias pauladas, tentar fugir e ser preso, nesta quinta-feira (17/1), na Quadra 601 do Recanto das Emas, Douglas Emídio Almeida Sousa, 20 anos, foi indiciado por tentativa de homicídio, com a qualificadora de motivo fútil.
 
De acordo com as investigações, conduzidas pela 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), o agressor teria ido até a casa da vítima, Rayane Lorrane Fernandes Rodrigues, 26, para cobrar a dívida de um celular. Como ela não pagou, Douglas a arrastou pela rua e, ao dobrar a esquina, começou a golpeá-la.

A agressão só foi interrompida quando o irmão da vítima chegou para ajudá-la. Neste momento, Douglas fugiu, mas acabou sendo capturado próximo à região, momentos depois do crime. Rayane Lorrane foi socorrida e levada em estado grave para o Hospital de Base, com suspeita de traumatismo craniano e oito dentes quebrados. 

De acordo com informações apuradas pelo Correio, a mulher recebeu atendimento e, apesar de ter fraturado alguns ossos da face, não vai precisar realizar cirurgia e vai se recuperar em casa. Ela já recebeu alta, mas ainda não compareceu à delegacia para prestar depoimento. 

A audiência de custódia de Douglas deve ocorrer na sexta-feira (18/1). O delegado responsável pelo caso, Frederico Teixeira, afirmou que, durante o interrogatório, o suspeito ficou calado. "A confirmação veio a partir de testemunhas. O agressor estava fora de si, aparentando estar sob o efeito de drogas." 

As apurações feitas até o momento não indicam relacionamento íntimo entre vítima e agressor. "Caso essa possibilidade venha a se confirmar, o caso pode ser agravado para feminicídio tentado", esclareceu o delegado. Esta é a primeira ocorrência registrada contra Douglas após atingir a maioridade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade