Publicidade

Correio Braziliense

Ibaneis nomeia 297 comissionados, a maioria em administrações regionais

Contratações foram feitas em edição especial do Diário Oficial do DF desta quinta (17/1), um dia após reunião do governador com parlamentares


postado em 17/01/2019 20:59 / atualizado em 17/01/2019 21:08

Ibaneis Rocha (MDB) se encontrou com deputados distritais nesta quarta-feira (16/1)(foto: Renato Alves/GDF/Divulgação)
Ibaneis Rocha (MDB) se encontrou com deputados distritais nesta quarta-feira (16/1) (foto: Renato Alves/GDF/Divulgação)
Em edição especial do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o governador Ibaneis Rocha (MDB) nomeou 297 comissionados e restituiu o cargo de 17 funcionários que haviam sido exonerados no "decretão" de 1º de janeiro. A maioria dos nomeados está alocada nas administrações regionais. 

 

A edição foi publicada um dia após reunião entre o governador do Distrito Federal e deputados distritais em que Ibaneis solicitou aos parlamentares a convocação de uma sessão extraordinária para a votação do pacote emergencial na próxima semana, durante o recesso na Câmara Legislativa do DF. A pressão do Buriti, entretanto, esbarra na coação de distritais, que pedem nomeações nas administrações regionais e secretarias. 

Ibaneis afirma não ceder à pressão e diz que estuda as pastas e administrações antes de nomear ou mesmo consertar a infraestrutura dos órgãos. "Os secretários estão fazendo a sua reestruturação para ver efetivamente qual é a necessidade de pessoal, de equipamentos, e eu acho que até o fim do mês estaremos com toda essa situação regularizada", afirmou, após reunião no Ministério do Desenvolvimento Regional.

Normalizar os serviços


Em 1º de janeiro, o "decretão" publicado no DODF exonerou a maioria dos 14.340 comissionados da gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB). Assim como a retomada do quadro de servidores é gradual, a normalização dos serviços públicos se dá ao mesmo passo. Ibaneis garante que a população não está desassistida, mas demanda tempo o conhecimento da administração pública.

"Os administradores e secretários estão conhecendo as suas pastas. Algumas coisas me espantaram muito, algumas secretárias sequer têm telefone. Tudo está sendo verificado. Nesse mês, a cidade está em um ritmo menor, período de férias, então nós temos um prazo para fazer a regularização administrativa mais qualificada", garantiu o governador.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade