Publicidade

Correio Braziliense

Charles Cosac será o novo curador do Museu Nacional em Brasília

Cosac tem experiência na academia, sendo condecorado pelo Ministério da Cultura da França, e em gestão, na direção da Biblioteca Mário de Andrade, em SP


postado em 18/01/2019 21:07 / atualizado em 18/01/2019 21:23

Carioca, Charles Cosac, 55 anos, será nomeado na próxima segunda-feira (21/1)(foto: Andrea Graiz/Divulgaçao)
Carioca, Charles Cosac, 55 anos, será nomeado na próxima segunda-feira (21/1) (foto: Andrea Graiz/Divulgaçao)
O editor Charles Cosac será o novo curador do Museu Nacional em Brasília, a partir de segunda-feira (21/1). Ele assume o cargo uma semana após pedir demissão da direção da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo. 

Cosac é carioca de 55 anos. Dedicou-se aos estudos de teoria e história da arte na Inglaterra e Rússia. Criou na Universidade de Essex a primeira coleção pública de arte latino-americana da Europa.

Em 1997, fundou a editora Cosac Naify ao lado do amigo Michael Naify, em São Paulo. Foi premiado com a comenda da Ordem das Artes e Letras, condecoração do Ministério da Cultura da França. 

Em seu último trabalho, na Biblioteca Mário de Andrade, investiu em programações de artes visuais, especialmente. Saiu do cargo em São Paulo após a demissão do secretário de Cultura do município de SP, André Sturm.
 
No Distrito Federal, sua função deve extrapolar as paredes do Museu Nacional. Além de definir um plano de trabalho para o espaço cultural, Cosac terá papel relevante em decisões da Secretaria de Cultura.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade