Publicidade

Correio Braziliense

Médico veterinário atropelado na W3 Norte é velado na Asa Sul

Antônio Francisco Moreira Neto, 59 anos, é recém-graduado de medicina veterinária pela Universidade de Brasília (UnB)


postado em 23/01/2019 11:24 / atualizado em 23/01/2019 11:43

Antônio Francisco Moreira Neto, 59 anos, foi atropelado por um motociclista na W3 Norte(foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)
Antônio Francisco Moreira Neto, 59 anos, foi atropelado por um motociclista na W3 Norte (foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Amigos e familiares de Antônio Francisco Moreira Neto, 59, se reúnem no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul para prestar as últimas homenagens. Vítima de atropelamento na W3 Norte, ele não resistiu aos ferimentos e 
morreu poucas tempo depois após o acidente, no Hospital de Base de Brasília, nessa segunda-feira (21/1)
 

A cerimônia de despedida começou às 9h30 e está prevista para terminar às 13h. Em seguida, o corpo de Antônio seguirá para Valparaíso (GO), onde será cremado. O homem é recém-graduado de medicina veterinária pela Universidade de Brasília (UnB). Entretanto, morre sem pegar o diploma, que seria entregue em cerimônia na segunda quinzena de março.
 
Este seria o quarto canudo dele: Antônio é graduado em tecnologia em processo de dados pela Escola Superior de Estudos Empresárias e Informática, especializado em tecnologia para gestão de negócios pela União Pioneira de Integração Social, e mestre em artes pela UnB. 

Antônio é o caçula entre quatro irmãos e se esforçou para se especializar na vida profissional. Segundo familiares, ele sempre teve desejo de trabalhar em novos lugares. O homem morava em Curitiba e decidiu vir à Brasília para tentar novas oportunidades no mercado de trabalho. A mudança se tornou viável após ser aprovado em um concurso interno na Caixa Econômica Federal, onde trabalha desde 1989, que promoveria alguns funcionários a um trabalho na capital federal, há 16 anos. 

Acidente 

Um motociclista atropelou Antônio em frente à agência bancária, no sentido saída norte. Quatro veículos e dez militares do Corpo de Bombeiros participaram do socorro. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também destinou equipe para a ocorrência.  

Segundo os bombeiros, Antônio estava com uma fratura no rosto e outra na perna direita, além de suspeita de traumatismo craniano. Ele foi conduzido à unidade de saúde inconsciente e instável. O motociclista, identificado como Iuri Holsback Guerreiro, 25 anos, sofreu fratura na perna direita, um ferimento no pescoço, além de escoriações pelo corpo. Ele também foi conduzido ao Hospital de Base, mas estava consciente e estável. A Polícia Civil investiga as circunstâncias do acidente.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade