Publicidade

Correio Braziliense

Inmet alerta baixa umidade no DF e Defesa Civil declara estado de atenção

Temperatura máxima do dia chegou a 32,6ºC, mas não bateu o recorde do ano, registrado na última segunda-feira (21)


postado em 24/01/2019 17:00 / atualizado em 24/01/2019 18:34

(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de baixa umidade nesta quinta-feira (24/1). De acordo com a nota registrada pelo instituto, há baixo risco de incêndios florestais e à saúde. A umidade deve variar de 30% a 20%.
 
A Defesa Civil também declarou estado de atenção nesta quinta-feira (24/1) por causa da umidade entre 30% a 20% há cinco dias no Distrito Federal. O órgão orientou a população em relação a saúde.
 
As principais recomendações são a de evitar a prática de atividades ao ar livre no período de 10h às 17h; aumentar a ingestão de líquidos; evitar banhos prolongados com água quente e muito sabonete; evitar o uso excessivo de ar-condicionado e usar protetor solar. 
 
Crianças e idosos devem ter atenção especial, pois são os mais afetados neste período.
  
O dia mais quente do ano no DF foi registrado na segunda-feira (21), quando a temperatura atingiu 33,6°C. A previsão de que esse recorde fosse batido hoje não se confirmou. Os termômetros registraram 32,6ºC no momento mais quente.

Calor continua

O verão que começou no dia 21 de dezembro do ano passado e vai até 20 de março. De acordo com a meteorologista do Inmet Maria das Dores Azevedo, o Distrito Federal vai apresentar essa média de temperaturas elevadas ainda durante algumas semanas. Há possibilidade de chuva a partir de sexta-feira (25).

Cuidados com a saúde 

Confira as principais orientações para minimizar o impacto da baixa umidade, segundo a Secretaria de Saúde do DF:

- Manter a hidratação do corpo com a ingestão de líquidos como água, água de coco, chás e sucos naturais;
- Hidratar os olhos com colírios apropriados;
- Lavar o nariz com soro fisiológico;
- Usar hidratante para a pele; 
- Aplicar no corpo uma quantidade generosa de protetor solar, de, no mínimo, FPS 30;
- Evitar exposição ao sol das 10h às 16h;
- Realizar exercícios físicos apenas nas primeiras horas da manhã, no fim da tarde ou à noite.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade