Publicidade

Correio Braziliense

Polícia prende homem suspeito de agredir a avó com deficiência no Novo Gama

A mulher vivia em condições subumanas, sem energia elétrica e comida. O neto foi preso em flagrante


postado em 25/01/2019 11:45

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
A Polícia Civil de Goiás prendeu um homem acusado de agredir avó, de 62 anos, nessa quinta-feira (24/1), no Novo Gama, Entorno do Distrito Federal. A idosa é portadora de deficiência física e mental, e, de acordo com a polícia, era mantida em condições precárias de higiene.

Victor Hugo Macêdo já havia sido denunciado por agressão através do Disque 100. Porém, a idosa sempre negava as agressões, afirmava que o neto lhe devotava cuidados e se recusava a acompanhar os investigadores. Em nenhuma das ocasiões a idosa apresentava lesões aparentes. 

(foto: Polícia Civil de Goiás/Divulgação)
(foto: Polícia Civil de Goiás/Divulgação)
No entanto, no dia da prisão, após nova denúncia, a equipe de policiais civis foi novamente ao local e constatou a agressão recente de Victor Hugo à avó, que exibia ferimentos e se encontrava debilitada.

A idosa vivia em condições subumanas, em uma residência sem energia elétrica e alimentos. A vítima recebe um benefício do governo que era retido pelo neto. 

A mulher foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para exames e ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Diante da gravidade dos ferimentos, a idosa foi internada em um hospital da região e permanece sob cuidados hospitalares devido as lesões. 

Victor Hugo foi levado ao presídio local. A pena para o crime pode chegar a quatro anos de prisão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade