Publicidade

Correio Braziliense

1,2 mil detentos são beneficiados no primeiro saidão do ano no DF

Presidiários do regime semiaberto foram liberados na manhã desta sexta-feira (25/1) e devem retornar às prisões até as 10h de segunda (28)


postado em 25/01/2019 19:14 / atualizado em 25/01/2019 19:14

(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Começou nesta sexta-feira (25/1) a primeira saída temporária de detentos do Distrito Federal. Ao todo, o benefício será concedido a 1,2 mil presidiários do regime semiaberto - 76 são mulheres, de acordo com dados da Segurança Pública (SSP/DF).
 
O detentos podem usufruir do saidão até segunda-feira (28), quando devem retornar aos presídios até as 10h. Têm autorização da Vara de Execuções Penais do DF (VEP) para a saída os presos que tenham apresentado à administração do estabelecimento prisional em que se encontram comprovante do endereço onde vão permanecer e informações sobre os residentes do local. Além disso, os condenados não podem ter cometido infração disciplinar nos últimos três meses.
 
Durante o saidão, os presidiários devem voltar às residências até as 18h, podendo transitar de manhã e de tarde sem escolta, dentro do território do Distrito Federal. É determinado também que os detentos não consumam bebidas alcoólicas e nem vão a bares, botequins e prostíbulos. 

Em caso de descumprimento de alguma dessas recomendações, o preso terá suspensão das saídas temporárias nos próximos três meses. Aquele que não retornar no dia e no horário previstos será dado como foragido e pode perder direito ao regime semiaberto. 

Por lei, os internos têm o benefício do saidão 35 dias por ano, divididos em 11 saídas. Confira o calendário completo das saídas temporárias de 2019 abaixo.
 
Calendário de saídas temporárias do ano de 2019(foto: Portaria n° 001/2019 da Vara de Execuções Penais do DF (VEP/TJDFT))
Calendário de saídas temporárias do ano de 2019 (foto: Portaria n° 001/2019 da Vara de Execuções Penais do DF (VEP/TJDFT))

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade