Publicidade

Correio Braziliense

Ibaneis coloca equipe à disposição de Brumadinho

%u201CVamos acompanhar essa tragédia, não apenas lamentando o ocorrido, mas participando da recuperação em todas as áreas que pudermos ajudar%u201D, disse o governador


postado em 25/01/2019 21:33 / atualizado em 26/01/2019 11:06

Ao menos 200 pessoas estão desaparecidas após rompimento da barragem de rejeitos em Brumadinho (MG)(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Ao menos 200 pessoas estão desaparecidas após rompimento da barragem de rejeitos em Brumadinho (MG) (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
A tragédia em Brumadinho (MG), onde uma barragem de rejeitos da Vale se rompeu, mobilizou a Defesa Civil do Distrito Federal e equipes da Secretaria de Segurança Pública do DF. Nesta sexta-feira (25/1), o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que colocou o efetivo à disposição para colaborar com o município.
 
O Corpo de Bombeiros também anunciou que estava recebendo doações de garrafas de água potável para serem enviadas às vítimas e aos habitantes da região. Porém, divulgou em seguida que o gabinete de gerenciamento de crise de Brumadinho informou que o abastecimento de água da população não foi afetado, e suspendeu a arrecadação.

A Defesa Civil do DF, por sua vez, aguarda pedidos e demandas do governo mineiro para atuar. O órgão se prontificou a fornecer ajuda técnica e humanitária. 
 
Legistas do Instituto de Medicina Legal (IML) também foram colocados à disposição, assim como cachorros para identificação, busca e resgate de sobreviventes.

O governador ressaltou que “o Distrito Federal será solidário e está pronto para contribuir na forma que o governo de Minas Gerais achar necessário”.  

Segundo Ibaneis Rocha, o DF vai acompanhar de perto a situação. “Seja com homens, maquinário ou até mesmo promovendo campanha de arrecadação de donativos. Vamos acompanhar essa tragédia, não apenas lamentando o ocorrido, mas participando da recuperação em todas as áreas que pudermos ajudar”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade