Publicidade

Correio Braziliense

Velório de PM e família, mortos em acidente na BR-020, será no Paranoá

Os corpos serão velados por 1h na Quadra Coberta do Paranoá e depois encaminhados ao estado natal de cada um, Piauí e Maranhão


postado em 28/01/2019 10:48 / atualizado em 28/01/2019 15:35

 
Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, testemunhas disseram que a mulher entrou na contramão e bateu de frente com uma carreta(foto: Divulgação/CBMGO)
Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, testemunhas disseram que a mulher entrou na contramão e bateu de frente com uma carreta (foto: Divulgação/CBMGO)
 A família que morreu após um acidente no quilômetro 80 da BR-020, será velada das 14h às 16h, desta segunda-feira (28/01), na Quadra Coberta, da praça central do Paranoá. O sargento da Polícia Militar do Distrito Federal Marcílio da Costa, 45 anos, a esposa, Elzilene de Sousa Silva Ferreira, 40, e o filho Lyncon, morreram após uma colisão frontal entre o veículo de passeio, uma caminhonete, conduzido pela mulher, e uma carreta. O acidente ocorreu na manhã de domingo (27/01).

Uma amiga de Elzilene, que não quis se identificar, contou ao Correio, que os corpos foram liberados na manhã desta segunda (28/1), ficarão no velório por 1h, depois serão encaminhados cada um para seu estado natal. Marcílio no Piauí e Elzilene no Maranhão. Lyncon será enterrado no mesmo local que a mãe.

O acidente 

Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, testemunhas disseram que a mulher entrou na contramão e surpreendeu o motorista da carreta, que não sofreu nenhum ferimento. O casal ficou preso nas ferragens do veículo e morreram no local. Lyncon chegou a ser levado ao Instituto Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos.  
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade