Publicidade

Correio Braziliense

Homem espancado até a morte em Santa Maria é enterrado no Gama

André Fagundes, de 40 anos, e o irmão Anderson Fernandes, 39, foram atacados na madrugada de domingo. O mais novo segue internado, em estado grave


postado em 28/01/2019 22:29 / atualizado em 28/01/2019 23:57

Os dois irmãos estavam uma festa e foram agredidos depois de saírem para comprar bebidas em uma distribuidora(foto: Arquivo Pessoal)
Os dois irmãos estavam uma festa e foram agredidos depois de saírem para comprar bebidas em uma distribuidora (foto: Arquivo Pessoal)
 
Familiares e amigos se despediram na tarde desta segunda-feira (28/1) de André Fernandes, 40 anos, morto na madrugada de domingo, em Santa Maria. O irmão da vítima, Anderson Fernandes, 39, se encontra em coma no Hospital de Base. André Fernandes deixa uma filha de 14 anos. O velório aconteceu no cemitério do Gama. 

“Ele era um cara alegre e não tinha rixa com ninguém”, diz Silvio Antônio, 54, tio da vítima. Ele saiu de Catalão (GO) para dar o último adeus ao sobrinho. Bastante abalada, a tia Hélia Maria, 53, não consegue encontrar motivos para o crime. “Ele era muito brincalhão, todo mundo amava ele. Estamos sem notícias do caso, e queremos uma resposta”, ressaltou. 

André morava com a irmã mais nova, Emanuelle Fernandes, 36. Vestindo a camisa do Flamengo, time do coração da vítima, ela falava mensagens de apoio aos presentes. ”Ele é o nosso Dedé. Vamos carregar ele em nossos corações”. A caçula ainda pediu orações para Anderson, que está em coma no hospital. “Vamos orar para que o Senhor faça a vontade Dele. Tudo o que eu peço."

Ao som de músicas religiosas, e com a bandeira do Flamengo cobrindo o caixão, o sepultamento ocorreu às 17h30. Durante a cerimônia, os presentes soltaram balões brancos. Aos prantos, a mãe do rapaz, Rosália Gonçalves, gritava pelo filho. 

Crime sem respostas


Agentes da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) ainda estão à procura de suspeitos de cometerem o crime, que teria acontecido entre 4h15 e 5h, na Quadra 318. Os irmãos estavam em uma festa na casa da namorada de Anderson e teriam saído para comprar bebidas em uma distribuidora próxima. Os dois foram encontrados no chão, em um beco, e apresentavam vários ferimentos. 

Após o crime, Anderson e André foram socorridos pelos bombeiros e encaminhamos para ao hospital. André não resistiu e Anderson ainda corre risco e respira com ajuda de aparelhos. 
 
* Estagiário sob supervisão de Anderson Costolli 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade