Publicidade

Correio Braziliense

PF investiga pagamento de propina a diretores e ex-diretores do BRB

PF investiga suposto esquema de pagamento de propinas de R$ 16,5 milhões a diretores e ex-diretores do Banco de Brasília


postado em 29/01/2019 09:46 / atualizado em 29/01/2019 11:31

A operação é fruto da delação premiada (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
A operação é fruto da delação premiada (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

 

Uma operação deflagrada nesta terça-feira, (29/1), pela Polícia Federal investiga um suposto esquema de pagamento de propina de R$ 16,5 milhões a diretores e ex-diretores do Banco de Brasília (BRB), em troca de investimentos no antigo Trump Hotel, no Rio de Janeiro.

 

O presidente licenciado da instituição Vasco Cunha Gonçalves, além dos diretores Financeiro e de Relações com Investidores, Nilban de Melo Júnior, e de Serviços e Produtos, Marco Aurélio Monteiro de Castro são os alvos da operação.

 

Ver galeria . 7 Fotos Ana Rayssa/Esp CB/D.A Press
(foto: Ana Rayssa/Esp CB/D.A Press )

Outros investigados são Diogo Cuoco e Adriana Cuoco, filho e nora do ator de telenovelas Francisco Cuoco e Paulo Renato de Oliveira Figueiredo Filho, neto do general João Baptista Figueiredo.

 

A operação é fruto da delação premiada de executivos da Odebrecht, do corretor Lúcio Bolonha Funaro, operador de propinas para o MDB, e do empresário Ricardo Siqueira Rodrigues embasaram a operação da PF.


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade