Publicidade

Correio Braziliense

Motorista é multado por dirigir a 149 km/h onde a máxima é de 80 km/h

PRF diz que multas por excesso de velocidade aumentaram 350% em 2018 comparado com o ano anterior. Neste ano, entre 1º e 28 de janeiro, os agentes emitiram 4.414 multas, média de 157 por dia


postado em 29/01/2019 10:43 / atualizado em 29/01/2019 22:37

Fiscalização foi intensificada este ano. Média de 157 multas por excesso de velocidade diariamente(foto: PRF/Divulgação)
Fiscalização foi intensificada este ano. Média de 157 multas por excesso de velocidade diariamente (foto: PRF/Divulgação)
Um motorista foi flagrado dirigindo a 149km/h na BR-060, onde o limite máximo permitido é de 80km/h. O caso foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que divulgou um levantamento das ocorrências por excesso de velocidade nos trechos de rodovias fiscalizados por ela. Os dados mostram que, entre 1º e 28 de janeiro deste ano, houve uma média de 157,6 registros diários, totalizando 4.414 multas no período. 

De acordo com a nota da PRF, em 2018 foi constatado um aumento de 350% nos registros de infrações dessa natureza. "Os flagrantes de desrespeito aos limites de velocidade são constantes e as fiscalizações têm o objetivo de reduzir os índices de acidentes", diz a nota. 

O homem pego a 149km/h na BR-060 acabou multado por ter cometido uma infração gravíssima, quando o excesso de velocidade ultrapassa em 50% o limite permitido. Neste caso, ele conduzia o veículo a uma velocidade 86% maior que o previsto no trecho. Conheça os detalhes das infrações:
  • Infração média: excesso de velocidade em até 20%, o motorista perde quatro pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 130,16;
  • Infração grave: excesso de velocidade entre 20 e 50%, o motorista perde cinco pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 195,23;
  • Infração gravíssima (x3): excesso de velocidade acima de 50%, o motorista perde sete pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 880,41 e suspensão do direito de dirigir.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade