Publicidade

Correio Braziliense

Governo estende prazo para indicação de crédito no Nota Legal

Prorrogação ocorreu por sobrecarga no sistema da Secretaria de Fazenda ocorrido em 31 de janeiro. Contribuinte tem até esta sexta-feira para indicar como quer usar os créditos do programa


postado em 04/02/2019 15:26 / atualizado em 04/02/2019 15:33

Secretaria de Fazenda estende período para indicação de créditos do Nota Legal(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Secretaria de Fazenda estende período para indicação de créditos do Nota Legal (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Em decorrência de um problema no site da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal (Sefaz), o período para indicação dos créditos do programa Nota Legal foi prorrogado para o próxima sexta-feira (8/2). Anteriormente, o prazo final estava marcado para o dia 31 de janeiro, mas o sistema da Sefaz não suportou a quantidade de acessos e ficou fora do ar.

Contribuintes podem usar os valores acumulados para pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e também, receber o benefício em dinheiro, caso não possua imóvel ou veículo registrados no Distrito Federal. 

É importante lembrar que para debitar os valores acumulados, o interessado não deverá ter débitos junto ao Governo do Distrito Federal. A pasta orienta que os usuários mantenham o cadastro atualizado para agilizar o procedimento de destinação dos créditos. 
 
Segundo estimativa da secretaria, existem na capital quase 1,2 milhão de pessoas inscritas no programa Nota Legal. No ano passado, ocorreram 350 mil indicações para os descontos no IPTU e IPVA, totalizando cerca de R$ 57 milhões em abatimentos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade