Publicidade

Correio Braziliense

Churrascaria vai indenizar mulher que encontrou caco de vidro na comida

TJDFT condenou o restaurante a pagar uma indenização por danos morais à cliente no valor de R$ 1 mil


postado em 12/02/2019 14:17 / atualizado em 12/02/2019 14:16

Imagem ilustrativa(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Imagem ilustrativa (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Uma moradora do Distrito Federal processou uma churrascaria após encontrar caco de vidro na comida. O caso foi julgado pelo 2º Juizado Especial Cível de Brasília, que condenou o restaurante por danos morais. Agora, o estabelecimento terá que pagar R$1 mil à cliente.

O objeto cortante foi encontrado em uma refeição em 2018, mas a sentença da ação saiu na última segunda-feira (11/2). A mulher relatou que, por pouco não ingeriu o caco, que estava misturado aos alimentos. Com os depoimentos, a juíza titular entendeu que, mesmo sem ter ingerido o objeto, a consumidora deveria ser indenizada, devido ao risco que correu.

"A aquisição de produto de gênero alimentício contendo em seu interior corpo estranho, expondo o consumidor a risco concreto de lesão à sua saúde e segurança, ainda que não ocorra a ingestão de seu conteúdo, dá direito à compensação por dano moral, dada a ofensa ao direito fundamental à alimentação adequada, corolário do princípio da dignidade da pessoa humana", citou a juíza Margareth Cristina Becker.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade