Publicidade

Correio Braziliense

VÍDEO: turistas ficam ilhados em cachoeira na Chapada dos Veadeiros

Nível da água da cachoeira Canyon 2 aumentou e 16 pessoas não conseguiram deixar a área. Bombeiros levaram turistas até um ponto mais alto e, depois do volume estável, eles atravessaram até chegar a uma trilha


postado em 05/03/2019 21:06 / atualizado em 05/03/2019 21:48


Um grupo de 16 turistas ficou cerca de 40 minutos ilhado na cachoeira conhecida como Canyon 2, localizada no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge, município de Alto Paraíso de Goiás. Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, em dois minutos o volume da água aumentou e inundou a região. Apesar do susto na tarde desta terça-feira (5/3), ninguém se feriu.

Com o aumento do nível d’água, uma equipe de guarda-vidas orientou que os turistas seguissem em direção a uma trilha, considerada área segura para abrigo, mas essas 16 pessoas não conseguiram sair. Algumas eram de Brasília.
 

Segundo o comandante do posto da Chapada dos Veadeiros, tenente Elton Voltera, provavelmente o que pode ter causado o aumento no volume de água foi a chuva. Em razão do risco de alagamento e afogamento, bombeiros auxiliaram o grupo de turistas e os levaram até a uma área de pedras mais alta. 

Houve orientação, porque algumas pessoas estavam em diferentes pontos. Militares permaneceram com o grupo até o nível de água abaixar.

Após estabilização, a equipe auxiliou o grupo na travessia a outra margem até chegar a uma trilha de saída. Logo depois, os turistas caminharam até a sede do parque.

Turista arrastado

Por volta de 13h40 de domingo, um turista quase foi levado pela forte correnteza na mesma cachoeira. Ele pulou na água e não conseguiu nadar. Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, para se salvar o homem conseguiu se agarrar em um galho e ficou ilhado no meio da água.
 
Ao perceber o pedido de socorro, militares fizeram a busca e o salvamento da vítima.
 
Equipes o levaram até o outro lado da cachoeira e ele foi deixado em uma área segura. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade