Publicidade

Correio Braziliense

Capitão reformado do Exército, Adaury Niederauer morre aos 89 anos

Adaury estava internado desde novembro de 2018, quando machucou a cabeça após uma queda dentro de casa. Ele deixa a mulher, três filhos, sete netos e um bisneto


postado em 07/03/2019 16:06 / atualizado em 09/03/2019 10:03

Adaury havia completado 89 anos em 26 de fevereiro(foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Adaury havia completado 89 anos em 26 de fevereiro (foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Morreu, na quarta-feira (6/3), o capitão reformado do Exército Adaury Niederauer, aos 89 anos. Ele estava internado havia quatro meses, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Lúcia, onde deu entrada após sofrer um traumatismo craniano ao cair em casa, em novembro do ano passado. 
 
Adaury era casado havia 62 anos com Maria Elda Pittaluga Niederauer, 87. Eles tiveram quatro filhos, dos quais três ainda estão vivos. O capitão reformado do Exército também deixou sete netos e um bisneto, além de cinco irmãos.
 
Filho mais velho de Adaury, o funcionário público Carlos Niederauer, 61, disse que o pai era um homem de princípios admiráveis. "Ele era um exemplo de ser humano, que nos ensinou bastante sobre ética e moral. Tudo o que eu sou hoje, devo muito a ele. Meu pai era um homem admirável. Estava todos os dias de bom humor e alegrando os amigos", comentou.
 
Para Carlos, Adaury também era um exemplo de liderança. "Era difícil não ficar feliz ao lado dele. Meu pai gostava de sempre reunir a família, independentemente da situação. Isso era maravilhoso. Todos nós o queríamos muito bem", completou.
 
Em fevereiro, Adaury comemorou no hospital dois aniversários: o de 62 anos de casamento, no dia 8, e o de nascimento, no dia 26. "Toda a família esteve com ele nas duas datas. Não podíamos deixar de lado esses momentos de alegria, apesar das circunstâncias. Por enquanto, ainda dói, e muito, a morte dele. No entanto, acreditamos que ele poderá descansar em paz agora. Desejamos que ele esteja em um bom lugar", completou Carlos.
 
O aposentado Paulo Niederauer, 59, também filho de Adaury, destacou que se espelhava na personalidade do pai. "Ele era um homem íntegro e honesto. Ensinou a todos os filhos como seguir o caminho mais certo nesta vida. Hoje, todos nós formamos as nossas famílias com os mesmos valores que ele nos mostrou. Sinto-me orgulhoso de ter sido filho dele", disse. 
 
O velório de Adaury acontecerá nesta quinta-feira (7/3), na Capela 3 do Cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul. Às 17h, o corpo dele segue para para o crematório.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade