Publicidade

Correio Braziliense

Dupla que furtou R$ 100 mil em escola de Planaltina de Goiás é presa

Durante a mesma operação, outros dois homens que haviam cometido roubos dentro de um ônibus, em Brasilinha, também foram presos


postado em 11/03/2019 23:15 / atualizado em 11/03/2019 23:15

Quatro homens foram presos durante operação Grand Finale em Planaltina de Goiás(foto: PCGO/Divulgação)
Quatro homens foram presos durante operação Grand Finale em Planaltina de Goiás (foto: PCGO/Divulgação)
Quatro homens foram presos e um menor apreendido durante a operação Grand Finale, deflagrada pela Polícia Civil de Goiás, na última sexta-feira (8/3). As ações tiveram como objetivo o cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva a suspeitos de praticar crimes contra o patrimônio público. A Polícia Militar de Goiás também auxiliou nas prisões. 

De acordo com a PCGO, dois homens acusados de furtar um cofre da escola Moraes Gualberto, em Planaltina de Goiás, em 10 de fevereiro deste ano, foram presos.  Eli Fonseca de Melo e Henrique Pereira de Sousa Ramos foram indiciados pela prática de furto qualificado, além de corrupção de menores, já que um adolescente participou do crime. Os prejuízos acusados ao colégio foram calculados em R$ 100 mil.

Durante a operação, os agentes encontraram aproximadamente 300 gramas de maconha com o adolescente, que também foi apreendido e autuado pela prática dos atos infracionais análogos aos crimes de furto qualificado e tráfico de drogas. 

Já os outros dois criminosos, Antônio Fábio Alves dos Santos e Arley de Souza Guedes, eram procurados por praticar roubo em um ônibus utilizando uma arma de fogo, no setor Brasilinha 16, também em 10 de fevereiro de 2019. 

Após a identificação dos suspeitos, os agentes da PCGO, com o auxílio da Polícia Militar de Goiás, conseguiram cumprir os mandados. Todos estão presos na na Cadeia Pública de Planaltina e aguardam julgamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade