Publicidade

Correio Braziliense

Procon faz mutirão para zerar reclamações com empresas de telefonia

Até sexta-feira, 140 audiências de conciliações já estão marcadas. O instituto contabiliza mais de 600 reclamações, maioria por cobrança indevida


postado em 11/03/2019 23:16

(foto: Kleber Sales/CB/D.A Press)
(foto: Kleber Sales/CB/D.A Press)
No mês do consumidor, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF), órgão submetido à Secretaria de Justiça e Cidadania, quer zerar as reclamações contra empresas de telefonia. Para isso, até sexta-feira, organiza um mutirão de audiências de conciliação na sede do instituto. 
 
O Procon contabiliza mais de 600 reclamações, sendo mais da metade sobre cobranças indevidas. Outros registros são a respeito de problemas de atendimento via Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), má prestação de serviços e indisponibilidade. As audiências começaram hoje (11/3) e vão até às 17h do dia 15. 
 
Serão 140 reuniões, todas já agendadas. Para resolver as demais reclamações até o fim do mês, o órgão emitirá notificações às empresas, dando prazo de 10 dias para apresentar soluções. Se comprovado o desrespeito ao direito do consumidor, o Procon aplica multa que pode chegar a R$ 6 milhões.
 
Em 2018, 5,5 mil consumidores procuraram o órgão com problema de telefonia fixa, móvel ou TV por assinatura, o que corresponde a mais de 25% do total de atendimentos do ano passado. Segundo o órgão, cerca de 90% dos problemas são resolvidos quando o instituto é acionado.
 
Além disso, micro e pequeno empresários também poderão participar dos cursos de formação prática sobre direito do consumidor. A ideia é evitar problemas simples de atendimento. A primeira turma já foi fechada e tem 84 inscritos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade