Publicidade

Correio Braziliense

Acidentes na Asa Norte e Lago Sul deixam quatro feridos

Em um dos casos, motorista de um caminhão perdeu o controle da direção e capotou no Condomínio Quintas do Sol


postado em 13/03/2019 19:18 / atualizado em 13/03/2019 19:59

No acidente da Asa Norte, uma jovem de 22 anos precisou ser levada ao Hospital de Base com dores no pescoço(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
No acidente da Asa Norte, uma jovem de 22 anos precisou ser levada ao Hospital de Base com dores no pescoço (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Ao menos três acidentes de trânsito mobilizaram o socorro dos bombeiros na tarde desta terça-feira (13/3). O primeiro ocorreu na W3 Norte, na altura da Quadra 506, por volta das 14h. A batida aconteceu entre dois carros, um Ford Fiesta e um Fiat Pálio.
 
O condutor do primeiro veículo, de 49 anos, não precisou ser atendido. A motorista do Pálio, de 22, foi transportada ao Hospital de Base com dores no pescoço, mas estava consciente, orientada e estável.
 
Motorista de caminhão perdeu controle de direção e capotou no Jardim Botânico(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Motorista de caminhão perdeu controle de direção e capotou no Jardim Botânico (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
 
 
O segundo acidente também ocorreu às 14h desta terça. O motorista de um caminhão capotou no Condomínio Quintas do Sol, na Quadra 10 do Jardim Botânico, no Lago Sul. O veículo tinha placa de Valparaíso de Goiás, Entorno do Distrito Federal, distante aproximadamente 40km de Brasília.

O caminhoneiro de 61 anos foi atendido e transportado ao Hospital de Base com dificuldade de respiração, suspeita de fratura na face, mas estava consciente e orientado.

Também no Lago Sul, mas na altura da QL 1, sentido Gilberto Salomão, dois carros colidiram por volta das 16h30. Djamil Pinho Alves, de 59 anos, dirigia um Ford Fiesta branco, mas nada sofreu. No banco do carona, o passageiro Antônio Fagner da Paixão, de 28 anos foi levado pelos bombeiros para o Instituto Hospital de Base com dores no tórax, mas consicente, orientado e estável.
 
No outro carro, um Chevrolet Cruze, o motorista Cleovan Fernandes de Freitas, de 49 anos, precisou ser levado ao mesmo hospital, com dores no tórax, mas também consciente, orientado e estável. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade