Publicidade

Correio Braziliense

PRF aumenta fiscalização em rodovias que cortam o DF durante o feriado

No ano passado, três pessoas morreram e outras 21 ficaram feridas em acidentes em rodovias da capital e do Entorno


postado em 17/04/2019 18:50 / atualizado em 17/04/2019 18:56

Agentes vão fiscalizar condições dos veículos, além de velocidade(foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
Agentes vão fiscalizar condições dos veículos, além de velocidade (foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia à meia noite desta quinta-feira (18/4) a Operação Semana Santa, nas rodovias que cortam o Distrito Federal e o Entorno. O objetivo é reforçar o patrulhamento em pontos críticos a fim de evitar acidentes graves e a atuação de criminosos. 


A PRF informou que, em algumas vias, haverá restrição de circulação de veículos pesados. Em trechos de pistas simples, caminhões e carretas serão vetados a partir das 16h desta quinta-feira (18/4) até as 16h do Domingo de Páscoa. Questionada sobre quais vias exatamente seriam essas, a comunicação da polícia rodoviária não soube responder. 

Durante os dias de operação, os agentes da corporação farão ações educativas, com o intuito de conscientizar os motoristas da importância da prudência ao volante. A operação se encerra também no domingo (21/4), às 23h59.

Balanço


Em 2018, a PRF registrou três mortes e 21 feridos em rodovias que cortam o Distrito Federal e Entorno durante o feriado de Semana Santa. Também houve operação no ano passado, quando 615 veículos foram abordados, 23 pessoas flagradas dirigindo sob efeito de álcool, 12 condutores e 18 passageiros estavam sem o cinto de segurança na hora da abordagem, e multas foram emitidas por conta de crianças transportadas sem a cadeirinha, exigida por lei.

No ano passado, os agentes autuaram, também, 98 ultrapassagens indevidas e 1.495 veículos acima da velocidade permitida, em infrações flagradas por radares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade