Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil realiza ação social com moradores de Ceilândia

Objetivo, de acordo com a corporação, é aproximar a polícia da comunidade. Atividades devem ocorrer ao logo de todo o ano


postado em 17/04/2019 22:56

Ação social pretende aproximar Polícia Civil e comunidade(foto: PCDF/ Divulgação)
Ação social pretende aproximar Polícia Civil e comunidade (foto: PCDF/ Divulgação)
Integrar a comunidade aos trabalhos desenvolvidos pela Polícia Civil é uma das alternativas utilizada pela corporação na tentativa de diminuir a violência. Nesta quarta-feira (17), policiais da 23ª Delegacia de Polícia Civil de Ceilândia, deram o pontapé inicial para o projeto “Comunidade em Ação”. 

O objetivo, de acordo com a delegada-chefe, Márcia Margarete Rodrigues Pessanha, é estabelecer um vínculo de confiabilidade com a população do entorno. “A integração entre a comunidade e a polícia ajuda na diminuição dos crimes violentos”, disse. 

As atividades, priorizaram as mulheres da comunidade, que são vítimas de violência. “Estamos com um alto índice de mulheres que sofrem com a violência na região. A tentativa é ampará-las da melhor forma possível, com atividades que recuperem a autoestima dessas mulheres”, explica a delegada Márcia Pessanha. 

O evento contou com o serviço de atendimento à saúde da mulher, palestras a respeito dos males causados pelo consumo de entorpecentes, noções defesa pessoal, além de brincadeiras para a criançada. 
 
A ideia, de acordo com a delegada Márcia Pessanha é que as atividades ocorram ao longo de todo o ano. “Este tipo de trabalho deve ser permanente junto a comunidade. Somente assim, conseguiremos diminuir a criminalidade na região e aproximar a população da polícia”, reforçou. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade