Publicidade

Correio Braziliense

Mais de 1200 presos são beneficiados com saidão de Páscoa no DF

Os detentos começaram a ser liberados às 7h desta quinta-feira (18) e devem retornar às penitenciárias até as 10h de segunda (22)


postado em 18/04/2019 13:15 / atualizado em 18/04/2019 12:53

Os presos que não cumprirem o horário de retorno às penitenciárias serão considerados foragidos e podem até perder o direito de cumprimento de regime semiaberto(foto: Caio Gomez/CB/D.A Press)
Os presos que não cumprirem o horário de retorno às penitenciárias serão considerados foragidos e podem até perder o direito de cumprimento de regime semiaberto (foto: Caio Gomez/CB/D.A Press)
Cerca de 1208 presos foram beneficiados pelo saidão de Páscoa, entre os dias 18 e 22 de abril. O levantamento prévio da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) informou que, do total, 66 são mulheres. Eles começaram a sair das penitenciárias às 7h desta quinta-feira (18) e devem retornar até as 10h de segunda (22). 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, ao todo são onze saídas anuais temporárias determinadas pela Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (VEP/TJDFT), totalizando 35 dias. Este é o quatro saidão do ano.

A saída temporária é revista pela Portaria mº 001/20019 da VEP  e contempla presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saidão. Os detentos que não se apresentarem até o horário serão considerados foragidos e poderão perder o direito ao cumprimento de pena semiaberta.

Para denunciar ou passar informações anonimamente à Polícia, qualquer pessoa por entrar em contato pelo 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil), via Whatsapp (61) 98626-1197 da Polícia Civil, ou pelo número (61) 3339-13-45 (Sesipe)


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade