Publicidade

Correio Braziliense

Católicos participam de missa de lava-pés na Catedral de Brasília

Celebração marca a ação de Jesus na última ceia ao lavar os pés dos apóstolos


postado em 18/04/2019 21:47

Simbologia do lava-pés pede a humildade e solidariedade entre as pessoas nesta Semana Santa(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Simbologia do lava-pés pede a humildade e solidariedade entre as pessoas nesta Semana Santa (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A tradicional ceia do Senhor foi celebrada nesta quinta-feira (18/4) em todas as paróquias do Distrito Federal. A missa do Lava-pés, na Catedral de Brasília, lembrou a última vontade de Jesus antes da sua morte e ressurreição. 

A celebração realizada sempre nas quintas-feiras da Semana Santa, retrata a última ceia com os 12 apóstolos. A cerimônia presidida por Dom Sérgio da Rocha, arcebispo da Arquidiocese de Brasília, fez uma reflexão a respeito da humildade e doação das pessoas pelos outros. “Relembramos a ceia de Jesus antes de sua paixão. É um momento de reflexão, de solidariedade para com o irmão. É isso que Jesus pregou”, explicou o arcebispo.

Um dos momentos mais marcantes relatados pelos fiéis foi a repetição do que Jesus fez durante a ceia, tempo em que levantou, pegou água e lavou e enxugou os pés dos discípulos. Segundo a Igreja Católica, ao lavar os pés, Cristo deixou uma mensagem de humildade aos seus companheiros, que deve ser difundida por toda a humanidade.

“Humildade, amor ao próximo, a simplicidade, mas  acima de tudo nos mostrar que para nós humanos terrenos tudo isso deve ser levando em conta”, disse a servidora pública Sinara Neves Ferreira, moradora de Riacho Fundo.

De acordo com a tradição cristã católica, a missa do Lava-pés é tradicional durante o tríduo pascal, que é composta pela quinta-feira santa, sexta-feira santa e vigília pascal, que ocorre na madrugada do domingo de Páscoa.

“E que o pão da vida seja partilhado por todos, sem seu sacerdócio não existiria eucaristia”, disse o pároco da catedral de Brasília, padre João Firmino. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade